Home>BIRD Magazine>GALARDOADOS DE 2013
BIRD Magazine

GALARDOADOS DE 2013

Medalha Nobel
Fonte: Google Images

A saga dos prémios Nobel 2013 teve estreia na passada segunda-feira, dia 7 de outubro, no Instituto Karolinska em Estocolmo, onde o Comité Nobel deu, primeiramente, a conhecer os galardoados com o Nobel da Medicina.

James E. Rothman (Universidade de Yale), Randy W. Schekman (Universidade da Califórnia) e ThomasC. Südhof (Universidade de Standford) foram os distinguidos pelas suas descobertas da maquinaria de regulação do tráfego vesicular, um importante sistema de transporte nas nossas células. 
O Comité Nobel anunciou, no dia seguinte, os distinguidos com o Nobel da Física. O belga FrançoisEnglert e o britânico Peter Higgs são dois dos físicos teóricos que há cerca de 50 anos requereram a existência de uma partícula elementar que confere massa a todas as outras.
O Prémio Nobel da Química, por sua vez, foi conhecido na quarta-feira, dia 9. Os laureados deste ano combinaram a física clássica e quântica para simular, de forma realista, as mais complexas interações moleculares.
Martin Karplus (Universidade de Estrasburgo e Universidade de Harvard), Michael Levitt (Universidade de Stanford) e AriehWarshel (Universidade da Califórnia do Sul) foram laureados em Estocolmo.
Na quinta-feira, a contista canadiana Alice Munro venceu o Prémio Nobel da Literatura.
Alice Munro começou a escrever na adolescência, tendo publicado o seu primeiro conto, The Dimensions of a Shadow, em 1950, quando frequentava a universidade. A sua primeira coletânea de histórias, Dance of the Happy Shades, saiu em 1968 e foi um sucesso imediato. O livro seguinte, Lives of Girls and Women (1971), é ainda hoje o seu único romance.
Munro publicou mais de uma dúzia de coletâneas de histórias curtas, muitas delas editadas em Portugal pela editora Relógio d’Água, incluindo a mais recente, Amada Vida (Dear Life, 2012), traduzida pelo poeta José Miguel Silva.
O prémio mais aguardado foi atribuído à Organização para a Proibição de Armas Químicas, que foi distinguida com o Nobel da Paz 2013. A organização, com sede em Haia, destacou-se recentemente depois de ter sido encarregada pelo Conselho de Segurança da ONU de destruir o arsenal químico da Síria.
Pouco conhecida do grande público, a OPAQ foi fundada em 1997 para colocar em prática a Convenção Internacional para a Proibição de Armas Químicas, assinada a 13 de janeiro de 1993.
O último galardão foi entregue pela Academia Real das Ciências da Suécia. O Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel, conhecido por Nobel da Economia foi para Eugene F. Fama, Lars Peter Hansen (Universidade de Chicago) e Robert J. Shiller (Universidade de Yale) pela sua análise empírica do preço dos ativos.
Não existe forma de prever o preço de ações e obrigações no espaço de poucos dias ou semanas, mas é possível prever a tendência alargada destes preços em períodos mais longos, de três a cinco anos. Estas descobertas foram feitas e analisadas pelos três laureados deste ano.
Com este anúncio ficou completa a atribuição de prémios Nobel de 2013. 

Notícias Relacionadas:

Nobel da Medicina

Nobel da Física

Nobel da Literatura

Nobel da Paz

Prémio de Ciências Económicas em Memória de Alfred Nobel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.