Home>BIRD Magazine>30 ANOS DE VIH
BIRD Magazine

30 ANOS DE VIH

Assinala-se hoje, dia 1 de dezembro, o Dia Mundial Contra a Sida. 30 anos após a identificação, em Portugal, do vírus persistem, ainda, muitos mitos em torno da doença.
Três décadas passaram depois de ter sido identificado o vírus que já infetou 43 mil pessoas em Portugal desde 1983. A luta não tem sido apenas contra a doença em si, mas contra o estigma, os medos, as violências associadas à rejeição dos infectados.
O VIH (vírus da imunodeficiência humana) é um retrovírus, composto por ARN, uma molécula semelhante ao ADN, que se integra no genoma dos linfócitos T, infetando-os através do receptor CD4.
Existem dois tipos de vírus da imunodeficiência humana: o VIH1, mais comum, agressivo e rápido a destruir o sistema imunitário e o VIH2, mais raro.
Após a infecção, o individuo torna-se seropositivo. Desde o início da infecção até ao surgimento dos primeiros sintomas podem passar-se mais de dez anos.
A sida (síndrome da imunodeficiência adquirida) resulta do VIH. Fica-se doente quando o vírus destrói grande quantidade de linfócitos T.
O teste deve ser realizado mesmo na ausência de comportamentos de risco.
Mas o mesmo vírus que rouba tantas vidas pode ser também responsável por um verdadeiro milagre, como montra o próximo vídeo.
A protagonista, Emma, sofria de leucemia e não lhe restava mais nenhum tratamento, estava destinada a morrer, num curto espaço de tempo. Os médicos optaram, então, por utilizar o VIH para a tratar. 


Notícias relacionadas: VHI: três décadas em números

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.