Home>BIRD Magazine>A VERDADEIRA AMIZADE
BIRD Magazine

A VERDADEIRA AMIZADE

ALINA SOUSA VAZ
Hoje propus-me falar de amizade. Um tema que tenho vindo a refletir, principalmente desde o momento em que a vida nos exige responsabilidade diária. O pensamento acolhe a palavra com satisfação, porque não há sentimento mais puro quando existe de verdade. No entanto, a reflexão preocupa-me. E mesmo contrariando alguns pensamentos, a realidade fala sempre mais alto como se um juiz no tribunal ditasse a sentença. 
Atualmente, no dia a dia evocamos a amizade com facilidade e acreditamos em todos os “contos” postados nas redes sociais. Ali, tudo é de cor purpurina ou azul do céu e o brilho dos sorrisos não enganam, a felicidade mora com os que agem naquele momento. Mas não é a amizade que se celebra a todo o instante que me preocupa; o que me deixa com semblante sério é a forma como ao longo dos tempos poucos tratam/cuidam daquilo que dizem adorar, a amizade. 
Os amigos de verdade não te telefonam apenas para dias de festa, lembram-se de ti ao meio da semana e ligam-te para saberes como estás.
Os amigos de verdade chamam-te atenção das tuas atitudes incorretas, mas não o fazem em frente a outros.
A amizade verdadeira não exige troca de favores, mas celebra a troca de experiências.
A amizade de verdade, que vive longe, não adormece e retoma a conversa naturalmente.
Muitos são aqueles que levam anos a perceber o verdadeiro sentido deste sentimento, uma vez que entroncamos, todos os dias, a nossa vida na vida de outros; as amizades parecem que borbulham no tchim tchim de um “copo” degustado durante uma noite. No entanto, novas descobertas acontecem e empurram-nos, sem darmos conta, para um bem-estar que nos satisfaz, porque a amizade reflete o companheirismo desinteressado onde o ouvir é mais preponderante que o falar. Estas amizades são raras e difíceis de encontrar e as que existem é porque cresceram em terra fértil enfrentando situações difíceis e superaram obstáculos. Por isso, devemos sempre dar valor ao amigo que temos a nosso lado e que se preocupa connosco.
Emociono-me com amizades com tamanho de histórias de amor, porque são relações até que a morte as separe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.