Home>BIRD Magazine>VARIZES, MAIS DO QUE UM PROBLEMA ESTÉTICO
BIRD Magazine

VARIZES, MAIS DO QUE UM PROBLEMA ESTÉTICO

MARIA DO CÉU OLIVEIRA 
As varizes afectam milhares de pessoas, e dependendo da sua gravidade causam várias manifestações que interferem de forma significativa com a qualidade de vida.
O aparecimento desta doença deve-se essencialmente a alterações do funcionamento das veias, onde as válvulas deixam de funcionar.
Para que se possa entender o que causa as varizes, e quais as suas potenciais complicações, é fundamental conhecer os mecanismos de funcionamento das veias.
O nosso sangue é transportado por dois tipos de vasos: artérias e veias.
A artéria é o vaso que transporta o sangue rico em oxigénio para as diferentes estruturas do corpo, nutrindo órgãos e tecidos.

A veia por sua vez, transporta de volta o sangue para o coração, e pulmões, para que este possa receber novamente o oxigénio.

Para que o sangue possa voltar ao coração, as veias possuem válvulas venosas que impedem seu refluxo, permitindo que o sangue siga sempre na mesma direcção. Caso essas pequenas válvulas falhem, o sangue reflui e causa a dilatação das veias devido ao aumento do volume sanguíneo.
As varizes aparecem com mais frequência nos membros inferiores: pés, pernas e coxas, porque no processo de retorno de sangue venoso dos membros inferiores para o coração existe um trabalho acrescido contra a gravidade, o que dificulta este percurso.

Apenas o trabalho de bombeamento do coração não é suficiente, e se por qualquer motivo as válvulas deixarem de funcionar, vai causar uma incapacidade do sangue de prosseguir em direcção ao coração.
Existem diversas causas para o aparecimento de varizes. Uma delas é fraqueza congénita das paredes das veias, que as torna facilmente dilatáveis pela pressão natural do sangue.

 A exposição ao calor, o sedentarismo, permanecer muito tempo de pé, o excesso de peso, o tabagismo, traumatismos dos membros inferiores, a gravidez são outros factores que predispõem o seu aparecimento. O próprio processo de envelhecimento é um fator de agravamento deste problema.

As varizes, podem ser uma das manifestações da chamada insuficiência venosa crónica.

Quando várias veias se tornam insuficientes, o sangue começa a ficar retido nos membros inferiores, causando desconforto, sensação de peso, dor local, escurecimento da pele e, em casos avançados, aparecimentos de úlceras e infecções de pele. Pode ocorrer o aparecimento de pequenos trombos denominados de tromboflebites.
A dor é a principal queixa, manifestando-se através da sensação de pernas pesadas e cansadas, cãibras e comichão. Pode ainda verificar-se edemas, que se intensificam ao final do dia ou quando ocorre uma exposição prolongada ao calor.
É necessário adoptar medidas preventivas para evitar o aparecimento desta situação.
Para isso deve-se evitar:
 A exposição a ambiente muito quente e a utilização de roupas muito apertadas que dificultem a circulação sanguínea.
 Permanecer longos períodos em pé, ou sentado com as pernas cruzadas.
O excesso de peso, e hábitos tabágicos.
A utilização de água muito quente durante o banho.
 É recomendado:
 A prática de exercício físico, por exemplo caminhadas.
 Hidratar diariamente a pele.
Nos dias mais quentes massajar as pernas com água fresca.
Na praia evitar a exposição prolongada ao calor, optando por caminhar á beira-mar.
Mais que uma questão estética, as varizes representam um problema de saúde que põe em causa a qualidade de vida das pessoas afectadas. A adopção de estilos de vida saudáveis representam a grande aposta na sua prevenção, ou diminuição do seu agravamento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.