Home>BIRD Magazine>É MESMO IMPORTANTE TRATAR ESTES DENTES. «MAS NÃO SÃO DE LEITE?»
BIRD Magazine

É MESMO IMPORTANTE TRATAR ESTES DENTES. «MAS NÃO SÃO DE LEITE?»

SILVIA TEIXEIRA
Esta é uma pergunta frequente nas consultas de Odontopediatria. Realmente, os pais nem sempre estão convencidos da importância de tratar estes dentes que, afinal, vão acabar por ser substituídos pelos dentes definitivos. A explicação é simples.
Um dente de leite, quando cariado, dói. E devido à sua anatomia em que o feixe vasculo-nervoso está mais próximo da superfície, uma cárie num dente de leite progride e provoca dor até mais rapidamente que num dente definitivo. Uma criança com dores de dentes vai dormir mal, vai estar irritada, vai ter dificuldades de concentração na escola e dificuldades na mastigação dos alimentos, comprometendo também a sua digestão. Se já teve dor de dentes sabe como é insuportável e não quer certamente que o seu filho passe pelo mesmo.
Além disso a saúde dos dentes permanentes é uma consequência direta da saúde dos dentes de leite. A cárie é transmissível e na dentição mista ela pode passar de um dente de leite cariado para um dente definitivo saudável. É importante relembrar que o primeiro dente definitivo erupciona por volta dos 6 anos e que alguns dentes de leite só serão substituídos por volta dos 11-13 anos de idade.
Não podemos esquecer que os dentes definitivos se estão a formar por baixo dos dentes de leite, estimulando o crescimento do osso alveolar que suporta os dentes. São os dentes de leite que servem de guia e mantêm o espaço apropriado para os dentes permanentes. Se cariado e não tratado, o dente de leite vai acabar por ser extraído precocemente e, se nada for feito, o espaço fecha e o dente permanente pode erupcionar fora de posição ou ficar retido dentro do osso e não erupcionar. É indiscutível por isso a importância que uma troca de dentes de forma natural tem para o correto desenvolvimento das arcadas dentárias e consequentemente dos ossos e dos músculos da mandíbula contribuindo para um crescimento harmonioso da face.
Os dentes de leite desempenham um importante papel no desenvolvimento da fala e a sua perda precoce provoca alterações na articulação de alguns fonemas.
Um sorriso saudável contribui para a estética da criança e embora não pareça importante, isso tem um grande valor psicológico e influencia o desenvolvimento da sua confiança e da sua auto-estima.
Por todas estas razões, uma boca sem cáries é sem dúvida um estímulo para o correto desenvolvimento da criança e da sua saúde em geral.
A Odontopediatria é a área da Medicina Dentária responsável pela promoção da saúde oral em bebés, crianças e adolescentes. Tem como principal objetivo a manutenção de uma dentição saudável e funcional até à idade adulta. O Odontopediatra dispõe de técnicas de abordagem ao paciente e de manejo de comportamento que visam desmistificar a ida ao dentista e tornar os tratamentos dentários numa experiência positiva. Ainda assim, o ideal é que a primeira consulta seja realizada de forma preventiva, sem cáries e sem dor. O Odontopediatra tem um papel importante na orientação de crianças e pais no controlo de placa bacteriana e na aquisição de corretos hábitos de higiene oral. Realiza também tratamentos preventivos que aumentam a resistência dos dentes para que as crianças possam crescer com uma boca sem cáries.


“A infância é o período de construção de hábitos e valores”. Daí a importância de intervirmos precocemente para que as crianças possam crescer dando o devido valor à sua saúde oral e, acima de tudo, possam sorrir…. Sorrir sem dor, sorrir com confiança, sorrir com um sorriso saudável…. nesse sorriso único, sincero e especial que é o Sorriso de uma Criança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.