Home>BIRD Magazine>AVC – PREVINA ANTES QUE SEJA TARDE
BIRD Magazine

AVC – PREVINA ANTES QUE SEJA TARDE

MARIA DO CÉU OLIVEIRA 
Um AVC (Acidente Vascular Cerebral) ocorre quando o fornecimento de sangue a uma parte do cérebro é impedido por: 
Uma obstrução – que se designa de AVC Isquémico. 
Uma hemorragia – que se designa por AVC hemorrágico
AVC Isquémico- Consiste numa redução do fluxo sanguíneo ao cérebro. Esse fluxo é fundamental porque permite transportar para o cérebro oxigénio e nutrientes essenciais ao funcionamento das células que o constituem. Se esse fluxo diminui ou é interrompido, as células cerebrais acabam por morrer.
Existem 2 causas principais para este tipo de AVC: a trombose e a embolia. A trombose surge quando um vaso sanguíneo por qualquer razão vai ficando cada vez mais estreito acabando por se obstruir. A embolia surge quando o fluxo sanguíneo é interrompido por algo que circula na corrente sanguínea (por exemplo coágulos de sangue) 
AVC hemorrágico.- Esta situação deve-se essencialmente a alterações da permeabilidade dos vasos sanguíneos cerebrais ou da ruptura dos mesmos, causando uma hemorragia que vai comprimir as estruturas cerebrais, impedindo o seu normal funcionamento. 
Nesta situação as causas mais comuns são: traumatismos cranianos, aneurismas, malformações dos vasos sanguíneos e alterações provocadas pela hipertensão arterial. 
Existe uma outra forma de AVC de duração mais reduzida, que se designa por acidente isquémico transitório (AIT). Nestes casos, a obstrução é meramente transitória e os sintomas podem durar alguns minutos ou horas.
Quando o fornecimento de sangue é interrompido por qualquer das situações anteriormente descritas, o cérebro não obtém o oxigénio necessário ao seu normal funcionamento, e as suas células acabam por morrer.
Contudo, elas podem durar algumas horas se o fluxo de sangue não estiver completamente interrompido. 
Por essa razão, é fundamental agir rapidamente de modo a minimizar as lesões cerebrais causadas por um AVC.
· Quer seja pela oclusão ou rutura dos vasos sanguíneos, um AVC ocorre de forma súbita e, os seus efeitos no corpo incluem:
· Diminuição ou perda súbita da força
· Alteração da sensibilidade com sensação de formigamento na face, braço ou perna de um lado do corpo
· Perda repentina de visão num ou nos dois olhos
· Dificuldade na articulação de palavras
· Dor de cabeça súbita e intensa sem causa aparente
· Instabilidade, vertigem intensa e desequilíbrio associado a náuseas ou vómitos.
· Descontrole de esfíncteres
· Desvio da comissura labial
Quais são os factores de risco?
As pessoas mais vulneráveis a um AVC são, os idosos e pessoas com determinados problemas de saúde como pressão arterial alta (hipertensão) e diabetes. 
Factores de estilo de vida podem influenciar o risco da pessoa. 
Adquirir medidas para diminuir o maior número de factores de risco possíveis, contribuirá para a prevenção desta situação.
Tabagismo:
O fumo duplica os riscos de AVC pois provoca o endurecimento (arteriosclerose) das paredes das artérias e faz com que o sangue fique mais propenso a coagular.
Alcoolismo:
Beber demasiadamente álcool eleva a pressão arterial.
Alimentação:
O sal eleva a pressão sanguínea. Não acrescente sal à comida e evite alimentos processados que contenham muito sal.
É necessário um pouco de gordura na sua dieta, mas muita poderá obstruir os vasos sanguíneos.
Exercício físico:
Actividades físicas regulares ajudam a baixar a pressão arterial, criam um equilíbrio saudável das gorduras do sangue e melhoram a capacidade do seu corpo para lidar com a insulina.
É importante controlar todas as componentes da nossa saúde, verificando regularmente a pressão arterial e o colesterol, não fumando nem consumindo excessivamente álcool ou sal, mantendo uma dieta saudável e evitando o sedentarismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.