Home>BIRD Magazine>HOTEL RURAL LA TENERIE
BIRD Magazine

HOTEL RURAL LA TENERIE

CRÓNICA DE ANTÓNIO REIS
No centro de Sendim, junto ao adro da igreja matriz, numa rua típica de aldeia transmontana, podemos encontrar o “Hotel Rural La Tenerie”, plantado numa casa do século XIX,
Os proprietários, Marília Almendra e Carlos Ferreira, formam o casal “marabilha”, como se diz em mirandês, recebem os hospedes na lhéngua mai (mirandês), português, espanhol, francês, inglês sempre com sorriso que compense os turistas que vieram por estas terras apreciar o que de mais belo a natureza lhes oferece e os homens vestem saias.
Carlos Ferreira, homem dos sete ofícios, depois das lides hoteleiras sempre ao lado da sua “mulhier “, dedica o seu tempo livre às artes: esculturas, máscaras transmontanas feitas pelo proprietário, em

CARLOS FERREIRA

madeira de choupo e outras que abunda por aquela região, ficam expostas nas paredes da unidade hoteleira ou na sua fase embrionária ficam lá pelas catacumbas do ateliê.

Marília Almendra tem outros afazeres familiares para alem dos profissionais, não gosta de deixar trabalho de ontem para amanhã: “guarda que comer e não que fazer”, provérbio do povo que trabalha do amanhecer até a lua desaparecer lá atrás da serra.
Os quartos do hotel não têm qualquer número, estando marcados por uma qualquer pintura de um arbusto, que ainda hoje servem para curar maleitas, mas aqui identificam o aposento aos turistas. tomilho, xara, rosmaninho, chibarro, etc. e outras plantas autóctones.
A cozinha regional vai sempre à procura dos produtos da terra tal como os cogumelos selvagens, as torradas de pão caseiro com azeite e alho, queijos de cabra e ovelha, alheira e azeitonas curtidas. Não faltando a típica posta mirandesa, bacalhau, cordeiro mirandês, galo caseiro e caldeirada de cabrito. O vinho biológico produzido nas vinhas do casal Ferreira é à descrição, podendo optar por outros vinhos, também, colhidos e produzidos nos terrenos da vila de Sendim.
Responsáveis pelo hotel rural 
Preço médio diária por casal €60
La Tenerie, significa fábrica de curtumes em mirandês. Os judeu de origem suevos foram os primeiros a industrializar, por aquelas bandas, o curtume da lã de ovelhas e peles de animais, nos séculos XVI e XVIII.
“La Tierra de Miranda, Tierra Máigica de giente inda auténtica”. O Planalto Mirandês, quase fora do tempo, com aldeias de casas juntinhas, assim como a secular cultura e língua mirandesa, com sons e cantigas, pauliteiros e pauliteiras, gaiteiros e tamborileiros, com burros autóctones muito dóceis preenchem o ego de quem visita terras de Miranda. Cuidado porque quem visita terras de Miranda do Douro por curiosidade pode vir a apaixonar-se e nunca mais desligar o cordão umbilical de tamanha gente de orgulho emocional!
Quem aqui bater, ouvirá o convite de uma voz amiga mirandesa: “entre quien seia!”.
Contactos
Hotel Rural La Tenerie
Rua da Frágua, 62
5225-102 SENDIM
Telefones: 967075974 | 927820005
Coordenadas GPS
Longitude: W 6 25.618 (-6.426972)
Latitude: N 41 23.148 (41.385800)
Vinho de Sendim “ José Preto”
Com características típicas do Planalto Mirandês nas arribas do Douro, em Sendim, são especialmente propícias a produzir bons vinhos. Tal como o vinho “José Preto” com um aroma muito digno, a denotar um justo equilíbrio entre o frutado de base a afastar-se, que vai evoluindo com abertura para frutos vermelhos e silvestres conjugado aroma, notando-se a integração da madeira no vinho.
O sabor é francamente agradável, revelando uma excelência acidez e volume, com ainda notória fruta vermelha madura, com assinalável frescura e taninos e boa evolução na boca. 
PRODUTOR ENGARRAFADOR – José Francisco Lopes Preto
DENOMINAÇÃO – DOC
Trás-os-Montes
REGIÃO E SUB-REGIÃO Trás-os-Montes, Planalto Mirandês
SELECÇÃO DE CASTAS
Touriga Nacional, Touriga Franca e Tinta Roriz
TIPO DE VINHO E TEOR ALCOÓLICO
Tinto , 13,5% vol.
Vinhos José Preto
Rua da Ermida, 31
5225-112 Sendim, Miranda do Douro
Telemóvel: 919562501
Telefone: 273739134

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.