Home>BIRD Magazine>ALIMENTE-SE DE FORMA INTELIGENTE
BIRD Magazine

ALIMENTE-SE DE FORMA INTELIGENTE

JOANA MALHEIRO 
Estamos no verão e na época das férias, mas ainda assim é possível comermos bem, sem que a fatura final das férias (ou do dia-a-dia, para quem não está de férias) seja mais elevada do que as possibilidades, considerando uma alimentação saudável e equilibrada.
Estudos mostram que uma correta alimentação nos proporciona energia e bem-estar físico ao longo do dia. Que a adoção de um estilo de vida em que a alimentação é saudável, variada e equilibrada, onde estão presentes os diferentes grupos da Roda dos Alimentos e há uma escolha de alimentos, também perante a sazonalidade dos mesmos, são fatores determinantes na prevenção de doenças crónicas como a obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares, e até certos tipos de cancro. Se a tudo isto pudermos juntar a poupança monetária, sem perder o equilíbrio das suas refeições, junta o bem-estar físico ao económico.

Planear, Comprar, Confecionar e Conservar são quatro termos importante a reter e que o ajudam na ora de fazer uma boa gestão, para que seja possível alimentar-se de forma saudável com um custo, o mais controlado possível.

É fundamental planear todas as suas refeições, de forma atempada, para garantir uma alimentação saudável pois esse planeamento permite-lhe:
– Escolher diferentes alimentos, evitando a repetição destes em refeições próximas;
– Comprar apenas as quantidades necessárias, usando sempre primeiro o que tem disponível em casa;
– Poupar tempo e dinheiro quando vai fazer compras.
Como devemos fazer?
• Planear todas as refeições diárias, antes de ir às compras, considerando o orçamento disponível.
• Organizar uma lista de compras (não se esqueça que os refrigerados/congelados são os últimos produtos a colocar no carrinho de compras.)
• Se tiver capacidade de armazenar produtos secos (como feijão, massa, arroz…) compre o necessário para o mês, pois se comprar maiores quantidades, o preço pode ser inferior. A aquisição de produtos frescos, deve ser semanal.
• Consultar os folhetos/informação promocional, mas escolher, considerando a sua lista de compras.
• Planear as suas refeições tendo em conta a sazonalidade dos alimentos, geralmente são mais baratos e mais ricos nutricionalmente.
• Vá às compras com tempo (mas não exagere) é uma fator importante para escolhas mais acertas.
• Se cozinhar com mais tempo, pode fazer um maior número de doses e economizar tempo e dinheiro se reaproveitar “sobras”.

Lembre-se que, plantar os seus próprios alimentos, por exemplo vegetais e tubérculos, recorrer a produção biológica, a familiares ou amigos, são uma boa forma de adquirir produtos frescos, da época, com melhor qualidade nutricional e normalmente mais económicos. Não se esqueça de fazer a lista organizada de compras, verificando os alimentos disponíveis na sua despensa. E, por último nunca vá as compras com fome, faça um lanche se necessário antes de ir ao supermercado, pois se for com fome é provável que compre alimentos da qual não precisa.

O QUE OBSERVAR?*
Vamos lá Comprar!
– Compre apenas o necessário, esteja atento a lista e cumpra-a.
– Compare preços entre produtos semelhantes.
– Leia e esteja atento ao rótulo nutricional, verifique o prazo de validade dos produtos.
• Use produtos de Marca Branca/Marca Própria. Podem ser tão saudáveis quanto qualquer outro e possuem um menor custo.
• Escolha preferencialmente alimentos frescos em detrimento dos processados, são uma mais-valia nutricional.
• Esteja atento ao custo mais elevado dos alimentos pré-preparados, às refeições prontas e até aos hortícolas congelados.
• Quando escolher fruta e hortícolas prefira sempre os produtos da época, são mais económicos e nutricionalmente mais ricos.
• Evite ao máximo desperdícios, quando falamos de compras de alimentos perecíveis devemos pensar na quantidade exata que necessitamos e evitar comprar em excesso.
• Esteja atento às promoções existentes no local de compra de alimentos, mas não compre tudo o que está em promoção, vai acabar por comprar alimentos desnecessários.
• Aproveite as promoções e compre em maior quantidade, particularmente para os produtos secos (arroz, massa, azeite, leite) e congelados, tendo sempre em conta o espaço que tem disponível para armazenar.

Há 3 fatores importantes ainda a considerar, quando vai comprar:
– Preço Unitário: importante verificar o preço unitário dos produtos, quando comparar preços;
– Prazo de Validade: escolher sempre produtos com o maior prazo de validade no momento da compra;
– Rótulo Nutricional: faça boas escolhas, verifique o valor energético, o tipo de gordura presente nos alimentos, os teores de açúcares presentes, etc.
Os alimentos frescos são alimentos que se degradam muito facilmente e requerem cuidados especiais desde o momento da compra, na conservação, até a confeção. Por isso depois de comprar:
– Armazene o mais rápido possível os alimentos de modo a conservar a sua frescura/qualidade.
– Separe os alimentos em porções em função das refeições planeadas de modo a evitar o desperdício.
– Use sempre primeiros os alimentos com os prazos de validade mais curtos.

E como ainda nos falta descobrir a melhor forma de conservar e de confecionar os alimentos, para termos uma alimentação mais inteligente, ou seja, equilibrada, saudável, mas económica, não perca a próxima crónica.
*[NOTA: Imagem informativa sobre o que observar no momento da compra dos alimentos, retirada do Manual “Alimentação Inteligente – coma melhor, poupe mais”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.