Home>BIRD Magazine>TREINO E ALIMENTAÇÃO – DUAS PREMISSAS INDISSOCIÁVEIS
BIRD Magazine

TREINO E ALIMENTAÇÃO – DUAS PREMISSAS INDISSOCIÁVEIS

INÊS MAGALHÃES
Possivelmente já todos devem ter ouvido falar daquele colega ou amigo que treina desmensorávelmente e no entanto apresenta sempre a mesma forma física. Facto, que vos fará pensar que não valerá a pena treinar uma vez que o sacrifício não compensa e nem é efectivamente visível.
O treino deverá ser sempre um hábito saudável mesmo que as suas benesses não sejam observadas pela nossa forma física. Basta para isso pensarmos em todas as vantagens que dele retiramos mesmo que não visíveis aos outros. O prazer, bem-estar físico e psíquico, aliados à prática de exercício físico são facilmente sentidos pelos seus praticantes.
Para além de muitas outras, existem um conjunto de melhorias cardiovasculares, melhorias na composição corporal e ainda melhorias nos nossos níveis de colesterol directamente relacionadas com o desporto. Porém seremos sempre aliciados pela busca de um corpo o mais perfeito possível resultado de um plano de treino específico e ideal para aquilo que pretendemos. Basicamente, corremos atrás da fórmula mágica que nos fará sentir bem connosco próprios. 
Enquanto Licenciada em Desporto, procuro aconselhar a todos os escalões etários a prática de exercício físico, como forma de prevenir problemas de saúde, melhorar a condição física e aumentar o bem-estar geral. Mostrando que é estritamente fundamental tornar o exercício físico um hábito no nosso dia-a-dia. 
No entanto, e retomando a questão inicial, é certo que o exercício físico mesmo que não seja acompanhado de outros hábitos saudáveis é obviamente benéfico. Porém, apenas conta como uma ínfima parte no processo que deverá ter em conta para uma vida cheia de saúde. 
Ora aqui entrará o aspecto fundamental que a alimentação tem.
Todos nós sabemos que a formula mágica para perder peso é criar um défice de consumo calórico e/ou realizar exercícios que ajudem no desgaste daquilo que ingerimos nas nossas refeições. Uma vez estas condições não atingidas, não obtemos nenhuma alteração na nossa forma física. 
Pois é, muitas vezes aqueles amigos que realmente fizeram um treino de uma hora de exercício cardiovascular e que conseguiram queimar cerca de 700 a 900 Kcal são os primeiros a ingerir as mesmas calorias numa simples refeição. 
É necessário ter em conta que uma hora de treino não é suficiente normalmente para desgastar um prato como uma típica francesinha, ou um prato normal em que incluímos uma sobremesa doce e umas entradas. 
Posto isto, facilmente concluem que a Alimentação e o Treino são duas premissas indissociáveis na obtenção de uma boa forma física e consequente bem-estar. Muitas vezes apenas é fundamental equilibrar as nossas refeições e como tudo, criar os melhores hábitos de forma a enraizá-los nas nossas vidas. A minha página consegue dar uma pequena ajuda neste sentido sem nunca fugir muito daquilo que é convencional, uma vez que tudo o que é feito sem prazer nunca será mantido de forma saudável durante muito tempo.
Na dúvida:
DR GOOGLE IMAGE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.