Home>BIRD Magazine>VIAJANDO PELO CEARÁ
BIRD Magazine

VIAJANDO PELO CEARÁ

MARGARIDA BRASIL
A última crônica que escrevi, batizaram-na de “Viagem pelo Ceará”. Mas tenho que mostrar que nosso Estado não é só Caatinga e sequidão.
Hoje venham comigo conhecer o nosso querido Padrinho dos nordestinos…Padre Cícero Romão Batista. O homem que transformou Umas três casinhas de taipa, numa cidade, grande,
próspera, localizada a 600 Km de Fortaleza,com 267 mil habitantes, capital do Cariri, situado no extremo sul do Ceará, já
com sotaque pernambucano, se unindo ao Crato e Barbalha e demais municípios.
Seu criador e idealizador, transformou Juazeiro num importante
centro turístico religioso, de um artesanato belíssimo, importante polo calçadista de folheados a ouro riquíssimos, Comércio e agropecuária. Pasmem, tudo isso no extremo sul do Ceará.
Um dos pilares do Centro Cultural do Cariri com duas grandes Universidades, a UFC – Universidade Federal do Ceará e a URCA – Universidade Regional do Cariri e várias faculdades particulares, além de bons colégios particulares e colégios estaduais e municipais, que atraem alunos de toda a região.
Tem hoje toda a infra estrutura com aeroporto, malha viária, comércio pungente ..etc..
Meu Padrinho nasceu em 24 de março de 1844. Aos 12 anos, fez votos de castidade, após ser influenciado pela leitura da vida de São Francisco de Sales. Resolveu ser Padre.
A morte do seu pai em 1862 o obrigou a interromper os estudos e voltar em 1865 no Seminário da Prainha em Fortaleza, ajudado e 
incentivado pelo seu padrinho Coronel Antonio Luiz. Ordenando-se aos 30 de Novembro de 1870. Voltando para Juazeiro dois anos depois, levando a mãe e as irmãs.
Recebeu, em sonho, a incumbência de socorrer os nordestinos, e o fez promovendo o desenvolvimento, a partir do quase nada…fundou uma cidade próspera.
Hoje é o maior centro de romaria do nordeste, seguido
por Canindé, com São Francisco das Chagas e a Mãe Rainha, em Quixadá, a Padroeira do Sertão.
Em termo de charme, cultura e beleza, não podemos esquecer de Sobral. A princesa do Norte, com praias serras e sertão.
Com suas Universidades, faculdades, e excelentes colégios,mesmo os Estaduais e Municipais, seu povo se orgulha de ser o Centro cultural do Norte do Estado.
Temos 184 cidades, em cada uma delas tem uma beleza específica, um recanto especial. Temos serras, cacheiras, grutas, parques ecológicos. etc.
Sempre tem um cantinho que nos apaixona.
Pessoalmente os monólitos do Quixadá, vistos lá do Santuário da Mãe Rainha, é um cenário indescritível!
Como um cenário feito só de serras, pedras, pode ser
de uma beleza encantadora.! E o açude.do Cedro traz
a água para a festa da beleza.

COMO NÃO AMAR O CEARÁ ??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.