Home>BIRD Magazine>DEFINIÇÃO DO PLANTEL – CARACTERÍSTICAS INDIVIDUAIS EM FUNÇÃO DA IDEIA DE JOGO
BIRD Magazine

DEFINIÇÃO DO PLANTEL – CARACTERÍSTICAS INDIVIDUAIS EM FUNÇÃO DA IDEIA DE JOGO

ANDRÉ QUEIRÓS
Quando o treinador tem a possibilidade de escolher os jogadores que vão fazer parte do plantel da sua equipa este deve fazê-lo em consonância com a direcção, o orçamento disponível e em função dos seguintes factores:
Ideia de Jogo do Treinador
Toda e qualquer ideia de jogo requer um perfil de jogador para cada posição. Uma equipa que tem como objetivo a manutenção no campeonato que disputa terá uma Ideia de Jogo que prioriza aspetos defensivos pois vai passar muito tempo sem a bola, logo, os seus Avançados, por exemplo, devem ter características, tais como: interpretação do momento defensivo e o que fazer quando não tem bola; agressividade nos duelos e capacidade para condicionar o adversário no 1º momento de construção; velocidade para transitar rápido para o ataque… entre outras tão importantes como as mencionadas anteriormente. Agora vamos ter como referência os Avançados de uma equipa desse mesmo campeonato, mas que tem como objetivo ser campeã, os jogadores devem ter as mesmas características? Na minha opinião, não! Devem ser igualmente fortes nos aspetos defensivos, pois numa equipa que quer ser campeã todos têm que participar quando não têm a bola, mas devem ter outras características como por exemplo: boa relação com bola; capacidade para jogar entrelinhas; boa ocupação das zonas de finalização e capacidade para finalizar de diferentes formas, entre outras.
Qualidade Individual do Jogador


Na minha opinião este é o fator mais importante na escolha de um jogador. Havendo qualidade o treinador tem a possibilidade de moldar o Homem á sua imagem e ao funcionamento do grupo, depois cabe ao jogador adaptar-se e cumprir com aquilo que é pretendido, ou não. Caso o jogador não tenha a qualidade que é requerida, ou as características necessárias, dificilmente o treinador vai conseguir encaixá-lo na sua Ideia de Jogo, e poderá ter que começar a pensar ao contrário, criar uma Ideia em função dos jogadores que tem, o que será sempre mais complexo visto que o treinador é forte a operacionalizar a sua equipa para um determinado jogar, no qual inconscientemente acredita mais e é mais competente a transmitir ás suas equipas.
Para que fique claro qualidade individual do jogador não é apenas a sua técnica (relação com bola) como a maioria das pessoas pensa. O jogador de futebol deve ser avaliado á luz de quatro aspetos: Técnico, Táctico, Psicológico e Físico. Tendo isto em conta, o jogador até pode ser muito bom tecnicamente, mas não cumpre os requisitos físicos para a posição específica, a partir daqui o treinador pode assumir que o jogador não tem qualidade para integrar o plantel.

Carácter do Jogador

Um aspeto igualmente importante na escolha do atleta é o seu caráter e os valores pelos quais rege a sua vida. Por muita qualidade que tenha qualquer jogador e encaixe na Ideia de Jogo do treinador se este não tiver um bom caráter para com o grupo ele vai ser um elemento “tóxico” e prejudicar a sua coesão da equipa, fator importantíssimo na perseguição de qualquer objetivo. Com disse Eva Coimbra: “Você jamais será um bom profissional, se antes você não for um bom Ser Humano!”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.