Home>BIRD Magazine>UM SORRISO NOS LÁBIOS… SERÁ SINÓNIMO DE FELICIDADE?
BIRD Magazine

UM SORRISO NOS LÁBIOS… SERÁ SINÓNIMO DE FELICIDADE?

LÚCIA LOURENÇO
GONÇALVES
Não! Na minha modesta opinião, apenas significa que há quem tenha a capacidade de sair do ”eu” interior e permitir-se dar aos outros o melhor de si!
Afinal, se refletirmos bem sobre o assunto, chegamos à conclusão que na busca incessante de ser feliz… Não se é! Porque simplesmente essa forma de vida não existe em toda a sua plenitude.
A felicidade é composta de pequenas coisas, instantes perfeitos ou especiais mas que acontecem a qualquer instante! Basta estarmos atentos…
A felicidade é feita de pequenos nadas, que de tão pequenos serem, por vezes passam despercebidos, principalmente, quando esperamos grandes feitos, momentos exuberantes!
Pode estar num raio de sol a espreitar numa nuvem escura, ou nas gotas de chuva que caem copiosamente de um céu cinzento de inverno. Porque também depende do que, cada pessoa individualmente espera da vida, ou melhor da forma como se sente em relação aos diferentes momentos que a compõem!
Mas a tendência, é pensar-se que se é mais feliz num lindo e perfeito dia de sol. Aquele em que, olhamos em volta e o sol brilha morno… confortável, transformando o mundo em redor num alvo de luz resplandecente.
Mas estará aqui a felicidade? Não! Pelo contrário… Este cenário perfeito pode ser o fio condutor para o abismo da procura incessante de algo que não existe. A perfeição!
E se associamos perfeição com felicidade, temos a atroz certeza que não seremos felizes. Porque a perfeição não existe! E a felicidade não se encontra nos sinais exteriores, mas na luz que brilha dentro de nós. No conteúdo que existe no nosso coração!
Então, felicidade será olharmos o dia nascer e sentirmos-nos felizes por estarmos vivos? Talvez! Depende de toda a conjuntura que envolve os nossos dias e das expetativas que esperamos de nós e dos outros.
Ser feliz também pode depender de uma aprendizagem. Algo que começa na infância, quando sentimos os primeiros laivos de realidade… Da forma como reagimos às contrariedades e às vitórias.
Resumindo: devemos viver um dia de cada vez, sem esquecer o futuro, claro, e aproveitar o melhor de todos os momentos vividos.
Pedacinhos de felicidade estarão, certamente, em muitos desses instantes!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.