Home>BIRD Magazine>OXFORD EUROPEAN ASSOCIATION – A RESPOSTA AO BREXIT E NÃO SÓ….
BIRD Magazine

OXFORD EUROPEAN ASSOCIATION – A RESPOSTA AO BREXIT E NÃO SÓ….

TIAGO CORAIS
Oxford, uma das cidades mais cosmopolitas, internacionais, não só do Reino Unido, mas do Mundo. Facilmente nos cruzamos na rua com mais de 50 nacionalidades diferentes, onde cerca de 30% da sua população não nasceu no Reino Unido, no entanto no referendo Europeu, mais de 70% votou pela sua permanência. Um sinal, de que as cidades, onde têm mais imigração não se sentem ameaçadas e têm a percepção das suas vantagens. 
A Oxford City Council (Câmara de Oxford) e muito bem, para dar um sinal de que todos continuam a serem bem-vindos e pela defesa dos valores intrínsecos que caracterizam a sua cidade: “Open to the World”, decidiram em Outubro criar a Oxford European Association. É com muito orgulho que vejo o nome de Portugal, no site oficial Oxford City Council, como um dos países representados na publicação do lançamento da Oxford European Association 
A primeira reunião decorreu em 19 de Outubro, muito participada, em que mais uma vez a preocupação de integrar as comunidades de imigrantes ficou patente. Foi discutido de forma muito entusiástica qual o campo de acção desta nova entidade, tais como: 
1- Ajudar as comunidades de imigrantes a integrarem-se na sociedade, através de ajuda na aprendizagem da língua inglesa.
2- Prestar apoio aos imigrantes que queiram ter acesso ao cartão de residência permanente no Reino Unido ou mesmo a quem quiser obter a naturalização Britânica. Organizando sessões de esclarecimento ou mesmo prestando um serviço de apoio.
3- Fazer lobby no Parlamento Britânico para que os direitos dos Cidadãos Europeus sejam salvaguardados.
4- Organização de iniciativas com a comunidade envolvente de forma a que todos se sintam integrados e bem-vindos, combatendo qualquer sentimento racista. 
5- Foi também esclarecido, quem poderia fazer parte desta associação. Se objectivo inicial desta Associação seria apenas para Europeus oriundos da União Europeia, nesta reunião foi aceite que seria uma Associação para todos os Europeus, quer sejam membros da UE ou não e que incluiria também Cidadãos Britânicos, tornando-se assim um projecto mais amplo e integrador. 
6- Intenção de Oxford estabelecer cidades geminadas com outras cidades Europeias. 
Foi também organizado pela Câmara, este mês, uma iniciativa em que fomos recebidos na Câmara pelo Lord Mayor de Oxford que fez questão de deixar-nos uma mensagem muito positiva, em que todos são bem-vindos e que Oxford continuará de portas abertas ao Mundo.
A terceira reunião, decorreu esta semana e eu fiz alguma mobilização. Recebi respostas às minhas mensagem, de pessoas que por norma não ligam muito à política, mas que depois do Brexit, partilharam comigo que estavam muito interessados em participar. 
Esta reunião tinha como objectivo definirmos em detalhe as várias acções. Dividimos em três grupos diferentes e eu escolhi o grupo que iria definir o que deveria ser salvaguardado numa negociação com o Governo e o Parlamento Britânico. Foi um discussão muito interessante, onde começamos por abordar os nossos anseios no mundo ideal, ou seja, persuadir os deputados de Oxford que deveriam votar de acordo com o que os seus eleitores votaram no referendo e por isso, defenderiam não adicionar o artigo 50 e a continuação do Reino Unido na União Europeia. Caso esta opção não fosse bem recebida iríamos defender que o Reino Unido deveria fazer parte do Mercado Único. De seguida, começamos a ter uma abordagem mais realista e o que iríamos tentar salvaguardar seria os direitos dos Cidadãos Europeus que estão a residir no Reino Unido. Para convencer o Governo, argumentaríamos que se garantissem ao outros Países Europeus que estariam salvaguardados os direitos dos Ciadadãos Europeus que estão a residir no Reino Unido, eles estariam mais receptivos a estabelecer um melhor acordo com o Reino Unido. Uma das ideias lançadas muito interessante, foi que o Reino Unido deveria ter como ambição continuar a ter a Cidadania Europeia, pois isso seria benéfico para os seus Cidadãos. Também foi sugerido que se deveria dar formação sobre o funcionamento e responsabilidades dos órgãos da UE, pois uma democracia só funciona quando os cidadãos estão informados. 
Oxford European Association é uma boa resposta ao BREXIT, não só para nós imigrantes, que continuamos a sentir que esta é também a nossa “cidade”, mas principalmente como Cidade de Futuro e da Ciência que tem a necessiadde de atrair os maiores talentos do Mundo, 73% dos empregos são de conhecimento intensivo e 32% das pessoas que vivem nesta cidade são jovens entre os 18 anos e 29 anos, não pode ficar à espera de forma passiva que um Governo sem ideia do que será o BREXIT, implemente a sua linha mais dura. A demagogia, o populismo e a contra-informação instalada infelizmente no “nosso” Mundo Ocidental só se vence com pedagogia, integração, sabedoria e ideias fortes. Oxford European Association é uma ideia muito futurista e mobilizadora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.