Home>BIRD Magazine>PORQUE ESTOU TRISTE?
BIRD Magazine

PORQUE ESTOU TRISTE?

“Uma história triste agrada sempre. No seu sentido mais profundo, a vida é bela e alegre. Todos nós tivemos já a experiência disso milhares de vezes. Provas sobre provas de que não há primavera sem flores, nem outono sem frutos. Mas, apegados como estamos à aparência de tudo, esquecemos a voz do profundo, e ouvimos deliciados o som da superfície. Temos o vício da tristeza.”
Miguel Torga

CARLA SOUSA
Porque estou triste? Porque não consigo ser feliz?
Com certeza que estas perguntas já surgiram na cabeça de muitas pessoas em diversas fases da vida. 
A tristeza é um estado afetivo que surge normalmente quando somos contrariados, quando discutimos com quem amamos ou quando perdemos alguém por quem nutrimos um sentimento muito especial ou simplesmente quando não nos sentimos valorizados ou realizados. É uma manifestação inerente à vida do ser humano e deve ter um prazo de validade.
Podemos ficar tristes com atitudes, com pensamentos, com tanta coisa!
Muitas vezes estamos tristes e nem sequer sabemos porquê. Isto acontece, sobretudo, porque não conseguimos exprimir o que acontece dentro de nós. A tristeza é proibida? Não!!! É mal vista? Muitas vezes sim e, por isso, temos dificuldade ou até vergonha de a expressar.
Esta emoção, este estado afetivo, pode ser vista como um aviso para tentarmos perceber o que está mal connosco e que nos está a incomodar. Se quisermos, pode até, dar-nos energia suficiente para correr o mais rápido possível para o estado de felicidade.
Os momentos de tristeza podem ser momentos de passagem e de reflexão sobre a nossa vida. Dialogar connosco pode ser um processo complicado, pois o confronto interior é difícil. No entanto, pode ajudar-nos a crescer.
Pode não ser uma emoção negativa, pois pode significar que estamos a precisar de mudar. A mudança pode gerar alguma ansiedade pois normalmente envolve o desconhecido.
Contudo, quando estamos numa fase da vida em que a tristeza é um estado emocional dominante podemos perder a capacidade momentânea de estar saudavelmente connosco e com os outros. Pode bloquear a nossa vida.
Quando a tristeza persiste e há sentimentos de desespero, apatia, indiferença, ausência de prazer ou perspetiva de o ter, é importante estarmos atentos! É preciso ter cuidado para não passar para um quadro depressivo que exija a intervenção de um terapeuta. A depressão é uma doença que necessita de tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.