Home>BIRD Magazine>DA LIDERANÇA ALICERÇADA
BIRD Magazine

DA LIDERANÇA ALICERÇADA

JOSÉ LOPES FERREIRA
Para a situação de crise económica a que Portugal chegou e se encontra , não é de todo indiferente a falta de conhecimento e experiência que a maioria dos decisores políticos não tem.
E essa é a principal lição que devemos tirar do desempenho da atuação política em que a esmagadora maioria acedeu a lugar de topo na decisão política sem uma experiência sólida em vários domínios.
Foram ou são na maioria das vezes oriundos de juventudes partidárias, não se lhes conhece curriculum profissional ou empresarial, conhece-se muito pouco da sua estabilidade emocional e da forma como lidam com reveses e se a sua vontade intima é olhar por interesses particulares e de grupo ou tentar fazer o melhor para todos, na boa gestão da coisa pública.
Este tipo de informação é de primordial importância para que em consciência se escolha quem se pretende para liderar.
Isso significa que grande parte das informações que precisamos para avaliar a capacidade de um líder não atravessa as fronteiras de uma qualquer organização onde ele já esteja. Optar por soluções com base nas correntes maioritárias de interesses é na maioria dos casos, continuar a alimentar um Status Quo que pode estar bem para alguns, mas não é certamente do agrado da maioria.
Em circunstâncias normais ( quando se tem poder ) um líder filtrado, ( aquele que passa pelo exame dos interesses instalados para a sua manutenção ) apresenta um potencial consideravelmente positivo para um executivo capaz, certamente experiente e capacitado.
Em circunstâncias adversas ( oposição ) a melhor liderança poderá estar em rostos ( não filtrados ) na intervenção politica nos diversos patamares ( órgãos representativos ) ligação à comunicação social e focos de interesse, como forma de dar notoriedade, assumindo o património e o legado político do desenvolvimento operado enquanto força politica governante, mas ao mesmo tempo passando para a opinião pública mensagens claras de confiança de que vai ser possível continuar todo um trabalho interrompido por imperativos legais, desta feita com novos rostos e novas propostas
Um líder deve ser alguém que combine a venda de um sonho com a concretização da esperança.
A liderança deve assim ser alicerçada na resposta aos anseios dos cidadãos que cada vez mais, não se reveem no atual figurino administrado. Liderança deve assim ser capaz de volatizar a correlação de forças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.