Home>BIRD Magazine>CONTROLO DO PESO: O QUE IMPORTA SÃO AS CALORIAS?
BIRD Magazine

CONTROLO DO PESO: O QUE IMPORTA SÃO AS CALORIAS?

DIANA PEIXOTO
Caros leitores, debrucemo-nos sobre as calorias, quantidade de energia que o alimento nos fornece após ser digerido e metabolizado pelo nosso organismo. É amplamente divulgado que o ganho de peso, excesso de peso e obesidade, é resultado de um balanço energético positivo, ou seja, ocorre quando o consumo energético é superior ao gasto energético. Assim, supostamente, para quem pretende perder peso, a solução seria muito fácil: reduzir ao número de calorias ingeridas durante um determinado período de tempo. Mas será que o nosso corpo funciona de uma maneira tão simples assim? Mas será então que o importante se resume a contar calorias?
Numa pessoa saudável e com um peso dito normal, as calorias que se ingerem e as que se gastam devem ser equivalentes, no sentido de haver a manutenção do peso. Quando consumimos energia a mais, o nosso organismo armazena-a e aumentamos de peso, daí que é efetivamente importante planear a dieta com base nas necessidades energéticas individuais para que esta forneça, não mais nem menos, dessa energia, quando a questão é manter o peso. No entanto, mais importante do que contar calorias é saber da sua qualidade nutricional.
Vejamos: uma maçã média terá aproximadamente 90Kcal, as mesmas calorias que terá uma unidade individual de brigadeiro. Portanto, neste caso, as calorias são as mesmas, mas definitivamente não é a mesma coisa comer a maçã ou o brigadeiro! As calorias não são todas iguais: por um lado temos as calorias mais interessantes do ponto de vista nutricional, que trazem benefício claro para o nosso organismo e que nos repõem o stock de fibras, vitaminas e minerais (maçã); por outro, temos as calorias vazias que são aquelas isentas de beneficio nutricional, uma vez só nos fornecem mesmo energia e nada mais (brigadeiro). Quando falamos que um alimento tem x calorias, quer dizer que x é a quantidade de energia que ele fornece ao nosso corpo. No entanto, essa energia pode ser boa ou má, como já vimos. É por isso que num plano alimentar, devemos estar atentos não só ao número de calorias dos alimentos, mas também à qualidade dos macro e micronutrientes que estão nele presentes. No caso de ser um plano para emagrecimento, esse controlo deve ser maior ainda, pois se comermos alimentos pobres em nutrientes, o organismo vai sentir falta e a fome será maior. Preocupemo-nos mais com a qualidade do que com a quantidade!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.