Home>BIRD Magazine>COMO ESCOLHER OS PRODUTOS DE HIGIENE ORAL MAIS ADEQUADOS PARA MIM?
BIRD Magazine

COMO ESCOLHER OS PRODUTOS DE HIGIENE ORAL MAIS ADEQUADOS PARA MIM?

(PARTE II – ESCOVA DENTÁRIA)
INÊS MAGALHÃES
A escova dentária é um dos principais elementos da higiene oral, a par da pasta dentífrica e do fio/fita dentária. A variedade destas, no mercado, é tão vasta que torna difícil a sua escolha. Contudo, nem todas as escovas estão adequadas para todas as pessoas e para todas as idades.
Tal como a pasta dentífrica, a escova também deve obedecer a determinados critérios para se adequar a cada indivíduo. São estes:
Ø Cabeça da escova
É importante ter em atenção o tamanho da cabeça da escova, isto porque em função da idade e tamanho da boca, nem todas as cabeças se adaptam de forma mais correta para uma boa higienização. Assim, devemos privilegiar tamanhos mais pequenos para as crianças e adultos com boca pequena. Deste modo, asseguramos que a escova consegue chegar a todas as superfícies dentárias. Uma cabeça maior pode dar a ilusão que se está a higienizar melhor, contudo este facto torna a higienização mais superficial, dificultando o acesso aos dentes posteriores.
Ø Cerdas (“pelinhos”)
A forma, tamanho e disposição das cerdas dentárias influencia muito a eficiência da escova. As cerdas devem ser sintéticas, ter um tamanho intermédio, arredondadas nas pontas e com uma disposição uniforme. Escovas muito irregulares e com borrachas entre as cerdas devem ser evitadas, uma vez que podem prejudicar a escovagem dentária, pois, com o tempo, tendem a provocar danos irreversíveis nas gengivas (recessão gengival por escovagem traumática). No que diz respeito à sua dureza devem ser privilegiadas as suaves/médias, em detrimento das duras.
Ø Cabo
Tal como a cabeça, o cabo da escova também deve ter um tamanho adequado, mas neste caso à mão da pessoa que o manuseia. Assim, uma mão pequena, independentemente da idade, deve usar uma escova com um cabo pequeno e uma mão maior um cabo que se adeque a ela. Isto deve-se ao facto da facilidade em manusear uma escova que se adapte à mão e, assim, aumentar a eficiência da escovagem.

Ø Situações específicas
No caso de alguma patologia ou após cirurgia oral, as escovas a usar devem ser adequadas e prescritas por um profissional competente.
Independentemente do local onde adquira a sua escova, estes devem ser os critérios a ter em causa na hora da compra. Se sentir alguma dificuldade na escolha procure um profissional de saúde oral para o aconselhar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.