Home>BIRD Magazine>CÃO DE CAÇA
BIRD Magazine

CÃO DE CAÇA

ANA SILVA
Ainda como carne, mas espero um dia conseguir não comer. Cresci a ver a “matança” do porco em casa da minha avó. Matavam-se galinhas, coelhos. Tudo o que se podia comer! Admito que não me impressionava, não por achar que há animais melhores que os outros, mas porque fui habituada a lidar com isso. Admito também que se fosse agora não ia conseguir ver o que via quando era miúda, mas naquela altura era uma forma de subsistência. 
Os caçadores e defensores da caça alegam que o animal que caçam vive em liberdade e que tem a hipótese de fugir, dependendo a sua captura da habilidade e destreza do caçador e dos seus cães! Alegam também que os cativeiros onde se encontram os animais que nós comemos são muito piores e que os animais sofrem mais do que as presas da caça. Sou obrigada a concordar e esta concordância traz com ela o desejo de deixar de comer carne. Mas convenhamos que a caça hoje em dia, não é de todo uma forma de subsistência!
TICO (resgatado pela AAAAMT)

Posso não gostar de caça, mas não tenho “moral” para afirmar que devia ser proibida, quando a alimentação for o seu fim! Seria hipócrita se o fizesse! Posso sim não concordar em como alguns caçadores tratam os seus cães, porque essa realidade eu conheço! Posso sim não permitir em consciência que um caçador não dê aos seus cães a “dignidade” que diz dar às suas presas! Posso não permitir que os cães de caça passem fome nos dias antes de irem caçar, posso não permitir que se dê uma mangueirada para dentro do canil como castigo por ladrarem demais, posso não permitir que se tenham 10 cães por canil, posso não permitir que se abandone um cão manco, ou meigo demais, ou que não tem faro apurado por não servir para a caça, posso não permitir que batam à porta da minha associação a perguntar se temos os cães deles porque há dois dias os deixaram sozinhos no monte como castigo e agora não os encontram! Posso não permitir que tenha de resgatar um animal preso numa armadilha de javali com o dorso todo rasgado como já tivemos de fazer! Posso não permitir que a maior parte dos cães abandonados que regatamos sejam podenguinhos de caça!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.