Home>BIRD Magazine>AGORA AGUENTA CORAÇÃO
BIRD Magazine

AGORA AGUENTA CORAÇÃO

VERA  PINTO

Imagine que tem uma doença fatal, que lhe pode tirar a vida de repente, sem aviso prévio. A doença cardiovascular pode tornar esta hipótese em realidade. Este é o problema de saúde pública mais importante em Portugal, pois apresenta-se como a principal causa de morte. As doenças cardiovasculares (cardio = coração; vasculares = vasos sanguíneos) afectam o sistema circulatório, ou seja, o coração e os vasos sanguíneos (artérias, veias e vasos capilares). As doenças cardiovasculares são de vários tipos, sendo as mais preocupantes a doença das artérias coronárias (artérias do coração) e a doença das artérias do cérebro. Quase todas são provocadas por aterosclerose, ou seja, pelo depósito de placas de gordura e cálcio no interior das artérias que dificultam a circulação sanguínea nos órgãos e podem mesmo chegar a impedi-la. Quando a aterosclerose aparece nas artérias coronárias, pode causar sintomas e doenças como a angina de peito, ou provocar um enfarte do miocárdio. Quando se desenvolve nas artérias do cérebro, pode originar sintomas como, por exemplo, alterações de memória, tonturas ou causar um acidente vascular cerebral (AVC).

A Fundação Portuguesa de Cardiologia institucionalizou o mês de Maio como o “Mês do Coração”, a pensar na sensibilização dos cidadãos para a problemática das doenças cardiovasculares e para a imperatividade de prevenir o seu aparecimento através de hábitos saudáveis.
– Faça refeições saudáveis;
– Faça exercício físico regularmente: obesidade aumenta o risco de doençacardiovascular.
– Tome os medicamentos prescritos pelo seu médico para controlar o colesterolelevado, a hipertensão e a diabetes.
– Se é fumador, fale com o seu médico assistente para saber como pode ter ajuda para deixar de fumar.
Só se pode prevenir o que se conhece. Mudar é contrariar um hábito que durante anos se criou e que durante anos nos acompanhou. Não é fácil, mas se soubermos como fazer poderemos ser mais saudáveis. Saber fazer, saber como mudar, é o segredo para cuidar da sua máquina, para cuidar do seu coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.