Home>BIRD Magazine>SOMOS UM PAÍS DE CONTRASTES…
BIRD Magazine

SOMOS UM PAÍS DE CONTRASTES…

LÚCIA LOURENÇO GONÇALVES
E mais uma vez se verificou que, na nossa pequenez geográfica e populacional, somos um país de contrastes.
Vejamos: há cerca de cinquenta anos que Portugal participa no Festival da Eurovisão, sendo que nos últimos anos devido aos critérios de seleção, ficamos excluídos algumas vezes. Este ano Portugal,com uma canção de uma singeleza e doçura emocionantes chegou, encantou e venceu!
Admito, os meus tempos de esperar ansiosamente pelo Festival da Canção, já ficou bem lá atrás, de forma que nos últimos anos tem-me passado completamente ao lado. Por norma não aprecio o tipo de música nem todo o aparato que se gera à sua volta, muito menos verificar que nem sempre a melhor canção tem sido a vencedora, mostrando que por “de trás do pano” existe um jogo de interesses.
Este ano os irmãos Sobral fizeram a diferença… em tudo! Música com sentimento dentro, postura de uma simplicidade tocante, nenhum efeito especial a não ser a música, pura e simples. Salvador Sobral apenas com a sua voz, um jovem interprete que sempre se apresentou com um sorriso humilde, que a mim tocou profundamente.
Mas aqui chegamos ao contraste! Se não se consegue criticar a música, até porque desde a primeira eliminatória chamou a atenção da Europa, critica-se o seu intérprete! Foram as roupas, o cabelo, os tiques, a própria voz, enfim… Oh gente de Portugal definam-se, mas principalmente humanizem-se!
Mais importante que a “embalagem” é o interior das pessoas, e essa esteve bem patente na humildade que Salvador sempre apresentou. No sorriso genuíno, no olhar direto, na simpatia e simplicidade das palavras, presente em todas as vezes que se dirigiu ao público.
Isso sim é importante! O resto? O resto, muitas das vezes não passam de meros pormenores…E o caso de Salvador Sobral não é exceção. A imagem nem sempre é importante, principalmente quando por detrás da mesma, estão pessoas e causas para se apresentarem de uma determinada maneira!
Por trás de uma imagem, existe uma pessoa, é esse o pormenor importante. E neste caso concreto, esta pessoa levou Portugal a, pela primeira vez em cerca de cinquenta anos, sermos vencedores. Parabéns Salvador! Parabéns irmãos Sobral!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.