Home>BIRD Magazine>O PÉ É O ALICERCE DO ESQUELETO HUMANO
BIRD Magazine

O PÉ É O ALICERCE DO ESQUELETO HUMANO

FÁTIMA LOPES CARVALHO
É frequente nas consultas de Podologia os pacientes referirem:…”esta dor no pé já apareceu há algum tempo mas eu achei que passava porque é no pé…”
Perante tal afirmação eu costumo associar sempre o pé a uma casa e que nessa casa existe uma parede com fendas e com a tinta descascada.
Ora para reparar a parede selam-se as fendas e pinta-se a parede, no entanto passado algum tempo volta a aparecer a mesma fenda, volta-se a reparar a mesma fenda uma, duas, três ou mais vezes, até que se percebe que é necessário chamar um arquiteto para identificar o real problema e este diz:…”a fenda da parede é apenas um sintoma do problema real pois a causa é muito mais profunda…”
Assim tal como uma casa o pé também suporta todo o esqueleto e desempenha um papel importante no controlo da postura e equilíbrio.
Para se perceber o papel da fisiologia do pé no controlo do equilíbrio e da postura é necessário uma observação prévia: – das características osteológicas e ligamentares do pé implicadas no controlo passivo do equilíbrio; dos grupos de ação musculares que asseguram o controlo ativo e das diferentes aferências periféricas presentes no pé e que participam no controlo postural.
A avaliação clinica da postura e do equilíbrio é efetuada através de um exame físico geral e através de plataformas de força e pressão – Baropodometria informatizada.
No exame físico geral é efetuada a avaliação de possíveis transtornos estáticos, complicações tróficas locais, avaliação sensitiva e neurológica.
O exame clinico do equilíbrio é efetuado em apoio bipodal, apoio unipodal e dinâmica
A Baropodometria informatizada está disponível no centro clinico do Pé – www.centroclinicodope.pt
Conclusão: a arquitetura complexa que o pé apresenta; constitui o elo de ligação da pessoa com o solo e consequentemente as suas possibilidades de manter o equilíbrio. Para assegurar o controlo do equilíbrio e da postura geral do corpo são utilizadas as propriedades de estabilidade e de adaptação do pé sendo este o responsável pelo suporte, vantagem mecânica, dissipação de força, equilíbrio e sensibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.