Home>BIRD Magazine>É COMPLICADO
BIRD Magazine

É COMPLICADO

CARLA SOUSA
É complicado crescer, mudar e seguir em frente.
Muitas vezes as pessoas queixam-se de que “a vida é complicada” mas, não fazem nada para mudar o que realmente complica.
Por vezes são problemas atrás problemas de aparente difícil resolução, e há quem entre no modo “queixinhas” e se vitimize perante as circunstâncias. Ou, por outro lado, faça de conta que nada existe. Sobreviver, aguentar não é nada bom. O importante é mudar para poder ser feliz.
Convém perceber que quem muito se queixa, mesmo quando lhe são apresentadas soluções, é porque realmente não quer mudar. Ou seja, quer continuar no estilo de vida que lhe causa stress e sofrimento.
Vivemos numa sociedade demasiado exigente e consumista que vende a felicidade. As pessoas tentam comprá-la e acabam por se sentir felizes por efémeros 5 minutos (às vezes nem a isso chega).
Mudar para ser feliz causa medo. Por isso muitas pessoas preferem continuar na depressão, infelicidade, frustração e complicação.
O medo do desconhecido é um travão para alguns. Existe o medo da adaptação a um novo trabalho, pessoas, estar sozinho, novo namorado, nova casa …
O ser humano tem uma tendência para perceber e avaliar mais aquilo que é negativo. É dado mais ênfase ao que pode correr mal do que ao que pode correr bem.
Mudar para algo desconhecido, que nunca se experienciou também pode ser aterrorizante sobretudo porque a pessoa não sabe exactamente o que aí vem.
Mudar exige paciência e persistência. Exige também capacidade de sonhar e acreditar.
Quando algo se complica na vida e já tentamos de tudo para o resolver. (não esquecer que quando o problema é com duas pessoas têm de as duas querer resolvê-lo. “Um tango não se dança sozinho”). Mais vale seguir em frente. É um ataque ao ego pois pode ser doloroso o sentir que se falha.
No entanto, não se esqueça do seu potencial. Se quiser tudo se descomplica. Só não vem num estalar de dedos! São necessárias força e determinação para se alcançar a felicidade e estabilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.