Home>BIRD Magazine>REFLEXÃO PÓS ELEITORAL NACIONAL E NO DISTRITO DE BRAGA
BIRD Magazine

REFLEXÃO PÓS ELEITORAL NACIONAL E NO DISTRITO DE BRAGA

” O ignorante afirma, o sábio duvida e o sensato reflete”

Aristóteles 

MIGUEL TEIXEIRA
Não há como ignorar. O PS foi o Partido vencedor das eleições autárquicas, “arrebatando” cerca de 159 Câmaras Municipais e governando em mais 6 ou 7. Este é o melhor resultado do partido em eleições municipais desde 1976. O PS preside à Associação Nacional de Municípios Portugueses e à Associação Nacional de Freguesias, crescendo em número de Câmaras e Freguesias, também à custa da CDU, a quem conseguiu subtrair Almada (um bastião comunista), Barreiro e Beja, (capital de Distrito do Baixo-Alentejo), entre outras.
No Distrito de Braga, o PS destoou do resultado expressivo conseguido a nível nacional. Surpreende-me que neste quadro, dois dias depois das eleições, haja um “silêncio ensurdecedor” por parte de uma qualquer “alma socialista” com influência numa qualquer concelhia, que diga que os resultados no Distrito de Braga não foram bons e que, sei lá…se calhar é preciso convencer as lideranças que é necessário darem lugar aos mais novos, renovando alguns rostos (que deram muito ao PS e aos seus concelhos, é certo) mas que há décadas marcam a “geografia política socialista” do Distrito de Braga. Conquistar apenas 4 Câmaras em 14, vencendo FAFE por cerca de 175 votos, perdendo Vizela para uma lista independente, Terras de Bouro e Amares para o PSD, é algo verdadeiramente inédito e nunca visto no Distrito. Os meus ex. camaradas de partido, mesmo aqueles que perderam nos seus municípios estão calados como “ratinhos”. Ninguém tem coragem de questionar o que quer que seja, mesmo que o PS perdesse as Câmaras todas isso sucederia, penso eu. O problema será mesmo , vai alguém dizer, ” tem a ver unicamente com as concelhias, com os candidatos que as mesmas apresentaram e que a Distrital nada tem a ver com o insucesso eleitoral autárquico”. A “anestesia” é real e total, aliás foi quase sempre assim e nada que surpreenda. Em suma, “tudo como dantes no quartel general de Abrantes”. Siga para bingo…e parabéns ao António Costa e à Direção Nacional do PS, que em função deste resultado autárquico, “avassalador” em algumas das grandes cidades, pode fazer uma leitura nacional dos mesmos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.