Home>Veterinária>SÍNDROME DE NOÉ
Veterinária

SÍNDROME DE NOÉ

O “Síndrome de Noé” mais conhecido por “Acumulação de animais” é uma patologia grave e que deve ser tratada com cautela e por profissionais devidamente qualificados. Os “acumuladores de animais” são pessoas que se preocupam verdadeiramente com os animais, pessoas com boas intenções. No entanto, não conseguem virar costas a mais um cão/gato abandonado, ferido, a passar fome e frio. No pensamento destes “acumuladores” é só mais um. Onde cabem três cabem quatro, onde comem três comem quatro. Mas depressa passam a 6, 7, 10, 15, 20 … O que no início era um lugar melhor que a rua, passou a ser um local demasiado pequeno e sujo. A comida não chega para todos. Existe um cão com sarna, um gato com dermatofitose. Ali no canto está um insuficiente renal a precisar de cuidados médicos. E aquela gata que ainda não foi esterilizada e tem ninhadas sucessivas? Estarão estes animais melhor na rua ou nestas casas descontroladas? É necessário denunciar estes casos e ainda mais importante criar estruturas com profissionais capazes de ajudar os “acumuladores” e os animais resgatados por estes. Estejam atentos aos vossos vizinhos, amigos, conhecidos e se identificam sinais compatíveis com esta doença, comuniquem às autoridades competentes (SEPNA). Inconscientemente os animais resgatados por essas pessoas precisam ser salvos, precisam da vossa ajuda para poderem receber a assistência Veterinária necessária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.