Home>Saúde e Vida>SER PROFISSIONAL DE SAÚDE É, MUITAS VEZES, EMOCIONALMENTE DIFÍCIL
Saúde e Vida

SER PROFISSIONAL DE SAÚDE É, MUITAS VEZES, EMOCIONALMENTE DIFÍCIL

“À entrada: Utente com cinquenta e poucos anos (pouco mais velho que o meu pai), curiosamente o mesmo nome que o dele. Admitido com uma DPOC já considerado como paliativo (observação: não parecia mesmo nada).”
Avaliado pelo Médico Fisiatra e prescrito acompanhamento em Terapia Ocupacional. Avaliei-o e, foi relação terapêutica quase instantânea… Sempre esteve consciente e orientado…
Intervir com ele foi muito simples… acessível, motivado, bem disposto, colaborante. Até das suas “picuices” de doente vou ter saudades… Controlava tudo, ria-mo-nos por vezes, porque sabia os horários das terapias de quase todos os outros doentes; sabia onde “estavam” e para onde “tinham que ir”… Chegamos a dizer que era o comandante lá do lugar! Até pareciam ordens as suas indicações… deixarão saudades certamente…
É difícil, emocionalmente difícil, ser profissional de saúde em certos momentos. Há doentes que nos “tocam mais” e nos deixarão “mais saudades”… Partiste e até eu pedi para tu partires… Já era difícil ver-te sofrer assim!
Deixa-nos algum sossego, aquele de saber que tudo foi feito. A equipa médica e de enfermagem foi incansável. Os terapeutas, como eu, aos poucos deixaram de ser “necessários”, mas mantive-mo-nos sempre por perto… Por perto porque tu o pedias e porque também não queríamos “deixar-te”.
Sei que na véspera, as tuas palavras de doente foram também de alguém que já não aguentava mais esperar pela morte e que já não estava completamente orientado! Mas ainda hoje as oiço “Terapeuta, sempre fomos amigos, deixe-me morrer nos seus braços!” …!!!
Não morreste nos meus braços, mas senti como se tivesses morrido… há 10 anos a trabalhar, foste talvez aquele doente que mais me custou ver partir…
A ti e a todos os que sei que terei dificuldade em ver partir, só consigo dizer que ser profissional de saúde é, muitas vezes, emocionalmente difícil.
 
“Mais do que acrescentar anos à vida, a Terapia Ocupacional acrescenta vida aos anos.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.