Home>Lifestyle>A CAMINHA VAZIA
Lifestyle

A CAMINHA VAZIA

A vida por vezes prega-nos partidas!…Sem que nada fizesse prever ela engravidou! O susto inicial foi ultrapassado por uma alegria e felicidade que ela não conseguia controlar!

Neste sentido, seguiram-se as consultas e os exames normais para a situação. Desde o início foi alertada para que algo poderia não estar bem com o feto.

Contudo, ela não queria acreditar pois se foi abençoada novamente pelo dom da maternidade é porque essa seria a sua missão. A sua fé em Deus e nos médicos que a seguiam deram-lhe a força suficiente para seguir em frente.

Começou a imaginar como seria aquele bebe que entretanto começou a sentir dentro dela, como é que a sua vida iria mudar a partir daquele momento, mas tinha uma certeza: tudo iria valer a pena!

No entanto, há um dia em que o telefone toca e do outro lado há uma voz que a informa que o sonho vivido até ao momento, poderia transformar-se num pesadelo. Naquele momento ficou sem chão!

Após assimilar essa notícia teve que decidir o que ia fazer, a razão confundia-se com a emoção e foi muito difícil chegar a uma decisão!… Mas sabia que não podia seguir com aquele sonho, seria um ato de egoísmo para aquele ser que não teria qualidade de vida.

Eis que chega o dia! O dia em que ia interromper o processo de gestação. A ansiedade aumentava à medida que a hora se aproximava, a equipe medica transmitiam-lhe segurança e tentavam consciencializa-la de que aquela era a decisão correta.

Todo o processo foi doloroso. A dor física misturava-se com a dor emocional e ela só pedia para que terminasse pois estava a chegar ao limite das suas forças.

E de repente tudo terminou. A dor física diminuiu, mas a emocional aumentava à medida que o tempo passava. Ela sentia-se vazia, oca, e o seu olhar fixava aquela caminha vazia. A caminha destinada ao bebe, ao bebe que não iria nascer. Seguiram-se dias difíceis, dias de reflexão, de descanso físico e emocional.

 No entanto, a vida tinha que continuar mesmo que tivesse a certeza de que aquela fase da sua vida ficará guardada para sempre na sua memória e no seu coração.

Assim, ela percebeu que existem dores que nós só entendemos quando as sentimos! Aprendeu que a típica frase “eu imagino o que estás a sentir“ não faz sentido porque na realidade não imaginamos. Aprendeu que o destino tem surpresas guardadas, umas positivas outras negativas, mas todas com um objetivo, mesmo que por vezes tenhamos dificuldades em perceber qual é!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.