Home>Lifestyle>SER CORAJOSO
Lifestyle

SER CORAJOSO

Ser corajoso, termo associado invariavelmente aos super-heróis, pode ser entendido de diversas formas.

Esta palavra encerra em si significados tão diferentes como aqueles que os seus depositários lhe quiserem dar.

Nem todos o conseguimos ser a toda a hora, a cada instante.

Muitas vezes não o somos, pelo menos aos olhos inacessíveis dos outros.

Trágico é, quando o deixamos de transparecer aos nossos próprios olhos.

Visão turva que nos tolda o discernimento na insegurança da imaturidade refletida.

Cada pessoa define a sua porção de coragem em função do que lhe é mais difícil de alcançar: metas traçadas, propósitos definidos, alvos a atingir, ideias a concretizar.

Porque por vezes nos fogem do pensamento os sonhos há muito ansiados.

Porque por vezes nos falta a força para dar o passo em frente que tanto desejamos.

Porque por vezes é quando estamos mais vulneráveis que ela surge devagar e nos empurra.

Que possamos sentir o estímulo interior necessário para agitar o que nos faz mal tendo em vista desfazermo-nos do que nos aprisiona e paralisa.

Que encontremos nas fragilidades por nós mesmos dadas a conhecer, a capacidade para nos reinventarmos e reerguermos independentemente das circunstâncias que nos lançaram para a espiral do abismo.

Descendente, a queda!

Sempre declinante, minguante, torna-nos pequenos, minúsculos, irrisórios.

Que a absoluta certeza da nossa insignificância constante se torne a razão permanente que nos catapulta rumo a uma nova realidade e à definição de novos projetos.

Que os então recentes planos tracem em nós a linha que tanto pretendemos segurar com a alma e o coração.

Ser audaz implica esforço, suor, lágrimas e dor.

Se nada acontece por acaso, segundo dizem, não é por obra do acaso que há momentos na vida em que fazemos tudo acontecer!

Sim, porque vai acontecer!

Mesmo quando para isso nada se cria, elabora, constrói, implementa.

Alturas há em que é quando nada se tem que tudo se ganha.

Alturas há em que é quando nos perdemos que inesperadamente nos encontramos.

Ser corajoso pode ser simplesmente ficar à espera do momento certo, aquele em que voltamos a respirar.

Esperar pelo que não existe quando nada é impossível possibilita logo à partida que o ilusório se materialize.

Ser corajoso é também agir, por vezes rapidamente, depressa demais até ficar sem ar.

Correr sem poder rumo ao que, sabemos, não vai estar à nossa espera.

Já terminou ainda antes de começar.

Já se dissipou mesmo antes de se lá chegar.

É percorrer o caminho sabendo que o final não será feliz mas que a jornada valerá muito a pena.

É encontrar dificuldades, contornar obstáculos, pedir ajuda com uma mão e auxiliar alguém com a outra.

É manter o equilíbrio quando tudo está desequilibrado.

É imprimir o peso certo numa balança desalinhada.

Ser corajoso é sentir a perfeição em nós.

Ser corajoso é ouvir sempre a lucidez da nossa voz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.