Home>Mundo>INDIA: ARQUEÓLOGOS ACREDITAM TER ENCONTRADO A ANTIGA CAPITAL DO IMPÉRIO VAKATAKAS
Mundo

INDIA: ARQUEÓLOGOS ACREDITAM TER ENCONTRADO A ANTIGA CAPITAL DO IMPÉRIO VAKATAKAS

Grutas de Ajanta, Património da Humanidade, que foram edificadas durante a dinastia Vakatakas conhecidos por serem patronos das artes.

Uma equipa de arqueólogos da Universidade de Ducão (India) acreditam ter encontrado a antiga capital do império Vakatakas. Os investigadores sabiam que um dos monarcas da dinastia tinha mudado a capital de Padmapura para Nandivardhan, sendo a localização da última desconhecida até agora.

Os Vakatakas pertenceram a uma casa real do Planalto do Decão que estabeleceu um império que cobriu grande parte do Sudoeste da India entre 250 e 500 d.C.. Eles foram os sucessores mais importantes da antiga dinastia Satavahanas. Grandes estrategas militares eram contemporâneos e muitas vezes aliados dos Guptas, império que dominava a maior parte do subcontinente Indiano e cuja era ficou conhecida como a idade de ouro da India. Os Vakatakas assim como outras dinastias da mesma época proclamavam-se Budistas. O seu legado estendeu-se pelas artes, arquitectura e literatura. As grutas de Ajanta, Património da Humanidade, são um bom exemplo do legado cultural deste império.

Mapa da India, demonstrando a localização geográfica dos impérios incluindo os Vakatakas e os Gupta.

O projecto e equipa foram liderados por Virag Sontakka do departamento de Arqueologia e Museus e ocorreu em seis sítios que foram escavados em três campanhas entre 2015 e 2018 nos arredores de Nagardhan no distrito de Vidibhara, localidade já há muito associada aos Vakatakas. As escavações revelaram um conjunto de artefactos e ossadas de animais que datam dessa época revelando a importância do sítio.

 O espólio recuperado inclui: cerâmicas, brincos de vidro, tigelas e vasos, um altar votivo, cinzel de ferro, pedras e terracota esculpida em forma de animais, deuses e humanos, jóias de terracota e ferramentas entre outros. Muitos dos objectos são de cariz religioso como é o caso de uma estátua intacta da deidade Ganesh. A juntar a isto também foi encontrada uma grande quantidade de ossadas de animais domesticados: porcos, cabras ovelhas, cavalos e galinhas. O mais raro prendeu-se com a descoberta de um quase intacto selo em argila com inscrições referentes à imperatriz Prabhavatigupta que subiu ao poder depois da morte do seu marido e o qual demonstra o papel da mulher nesta sociedade.

Visão geral de uma das campanhas arqueológicas levadas a cabo entre 2015 e 2018.

A diversidade dos objectos leva os pesquisadores a sugerir que a cidade esteve sob a alçada dos Vatakatas durante décadas. O co-director do projecto, Shrinkant Ganvir, diz também que a qualidade e quantidade de artefactos são fortes ligações que indicam estarem perante a capital do império.

As escavações não só confirmaram a localização da perdida cidade e centro administrativo dos Vatakatas. O estudo dos artefactos recuperados lançara luzes sobre vários quadrantes da sociedade que habitou Nandivardhan dando a conhecer mais um pouco desta civilização.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.