Home>Mundo>SHAKESPEARE: ESCAVAÇÕES NO PRIMEIRO TEATRO SHAKESPERIANO
Mundo

SHAKESPEARE: ESCAVAÇÕES NO PRIMEIRO TEATRO SHAKESPERIANO

Nota: Gostaria de deixar aqui uma nota de profundo pesar pela tragédia que se abateu sobre o Museu Nacional no Rio de Janeiro, Brasil. Uma perda inestimável do património de tod@s nós. Ficamos assim privados de parte da nossa história como colectivo como Humanidade. Que das cinzas floresça uma maior consciencialização e brote um maior respeito pelo nosso Património.

O período elisabetano ou período isabelino, é o período associado ao reinado da rainha Isabel I de Inglaterra, também conhecida como Elizabeth em inglês.

Arqueóloga chefe Heather Knight no The Theatre em 2008.

Em Shoreditch, Londres as ruínas da casa de espetáculos shakespeariana, The Theatre, serão expostas ao público pela primeira vez, como parte de uma exposição que também contará com artefatos descobertos nas escavações do local.

The Theatre foi construído em 1576 quando Shoreditch era um bairro suburbano na periferia da cidade de Londres. Embora à época Shakespeare tivesse apenas 12 anos de idade, seria neste local que mais tarde trabalharia como jovem actor e onde algumas das suas peças mais icônicas, como por exemplo Romeu e Julieta, foram encenadas. Em meados da década de 1590, quando Shakespeare era o dramaturgo residente do The Theatre, a sua companhia de teatro perdeu o direito de arrendar a terra em que o The Theatre se encontrava, então, Shakespeare desmantelou a casa de espetáculos e moveu as madeiras para o outro lado do rio, para Southwark e usou-as para contruir The Globe, que foi inaugurada em 1599.

Reconstruída em 3D da entrada do The Theatre.

 Os restos da parede interna do The Theatre foram originalmente descobertos em 2008. A estrutura tem a clássica forma de um teatro poligonal em torno de um pátio de cascalho onde os espetadores se reuniam para assistir às apresentações. O mundo do espetáculo e da representação teve um boom em Londres no séc. 16 e naturalmente o espaço físico do teatro modificou-se e cresceu juntamente. Sabe-se que o famoso construtor de teatro James Burbage estava a transformar o The Theatre num enorme complexo, acrescentando áreas onde o público se podia misturar e socializar entre as apresentações, apresentações essas, que podiam durar 4 horas ou mais.

Foi nessas áreas adjacentes que novas intervenções arqueológicas foram realizadas recentemente e onde vários artefatos deixados por espetadores, atores e proprietários proporcionam uma conexão tangível com o passado e uma oportunidade rara e extraordinária de perscrutar a tão fantasiada experiência de ir a um teatro de Shakespeare. As principais descobertas incluíam um cálice elisabelino completo, um fragmento de cerâmica única no mundo (onde está representado um homem bem vestido) e fragmentos dos potes usados para coletar o dinheiro das entradas.

Imagem em 3D de como será o espaço da exposição a ser inaugurada em 2019.

As ruínas do teatro formarão o coração da exposição, que “examinará como e o porquê do florescimento do teatro comercial em Londres”, e como o teatro se tornou “um dos lugares mais importantes da história de Shakespeare em Londres”.

Instituições em toda a cidade também emprestarão à exposição outros objetos do séc.16.

A exposição será aberta ao público em 2019, uma oportunidade única para se perderem entre o mundo do teatro shakesperiano e da Era Isabelina numa Londres fervilhante e em constante crescimento.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.