Home>Lifestyle>O PILAR DO AMOR
Lifestyle

O PILAR DO AMOR

Ao construir a nossa vida, usamos alguns suportes de sustentabilidade que irão ser os pilares da nossa felicidade.

O meu propósito em fazer um artigo sobre este pilar tem a ver com a facilidade com que constatamos que o Amor que deveria ser eterno e praticado em todos os atos vivenciados  por vezes não é alicerçado pela força e vigor de quem precisa de semear o bem para que a construção do caminho da Virtude seja atingida.

O Homem só terá energia se vencer a indolência e estudar  para obter Sabedoria.

Considero que a felicidade tem por base quatro pilares que serão certamente muito importantes para cada um de nós.

Começo pelo pilar do Amor, que equilibra as emoções e que não pode subsistir sem Verdade, Justiça e Harmonia.

Sem Amor o nosso pensamento é pobre, e muitas vezes direcionado para caminhos que se desmembram porque a direção não foi traçada com a Luz da bondade, não está envolvido pelos laços da fraternidade, e muito menos se envolve com solidariedade.

O Amor é o mais belo sentimento que nos impele para darmos o carinho, para recebermos e retribuímos o afeto, para protegermos as paixões e controlarmos os desejos.

O Amor pode ser paterno ou materno, físico ou platônico, fraterno, altruísta, pode ser o Amor-próprio, ou Amor pelos animais e pela natureza, mas será sempre único e belo porque sai do nosso coração.

 É este Amor que nos diferencia, que se traduz na forma como o nosso comportamento diário é vivenciado e sobretudo e nos caracteriza.

O Amor desenvolve o entusiasmo, é incondicional, único e por isso torna-se difícil defini-lo com exatidão.

Exprimir o Amor quer seja pelo olhar, por mensagem ou até por um poema, pode até ser um Amor proibido, em que duas pessoas se amam, mas não podem estar juntas porque o seu relacionamento não é permitido.

Seja qual for o tipo de Amor (Incondicional, Verdadeiro, Platônico, Fraternal ou Amor Próprio), representa sempre afeto, ternura, encanto, beleza, harmonia e por isso nos dá Felicidade.

Não se concebe Amor sem um abraço pois o abraço estabelece uma forte ligação cujo significado traduz afeto, amizade, carinho e intimidade.

É um gesto simples mas transmite uma enormidade de sentimentos, envolvidos por momentos de alegria, de saudade, de energia de conforto e de solidariedade e às vezes até tristeza.

Mas não é apenas esta sensação de bem-estar interior e físico, o abraço tem a particularidade de para além de representar um estímulo de compreensão liberta oxitocina que diminui os níveis de stress e ansiedade.

Não existe relacionamento saudável sem o abraço.

Todavia, apesar de estar estipulado que o dia 22 de Maio é quando se comemora o Abraço, no nosso coração ele está presente todos os dias, todas as horas e em todos os minutos por isso devemos disponibilizá-lo sempre que a nossa Alma o determine.

Viva sempre o Amor verdadeiro pois é o único que não é abalado por nada, que resiste a todas as intemperes, que ultrapassa todas as dificuldades, que une e dá força aos relacionamentos e determina a vontade de ser celebrado sempre.

O Amor verdadeiro gera um compromisso diário, é diferente da paixão e só perdura se não for quebrada a confiança.

Naturalmente que no sentimento do Amor, o beijo representa uma expressão vivenciada como uma das mais ricas manifestações do Amor.

Recordo o quadro de Gustav Klimt pintado entre 1907 e 1908, que mostra a doçura do beijo no rosto, como uma das provas do Amor.

Quando falamos do Amor não podemos deixar de referir Rembrandt onde na sua magnífica obra evoca a cena do retorno do filho pródigo.

Em suma, o Pilar do Amor tem uma química, é ciência, aproxima as pessoas e é incondicional (ágape), não espera receber nada em troca, mas dá Felicidade.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.