Home>Lifestyle>NÃO SOU DE GÉNERO, SOU MULHER
Lifestyle

NÃO SOU DE GÉNERO, SOU MULHER

Se uma flor é amarela, se ela disser que é azul (já sei que estás a pensar que flores não falam, mas no andar que vai a carruagem, daqui a nada há manifestações em prol da decisão das flores sobre as suas cores, que não são suas, mas que sim, só porque sim), ela é azul ou amarela?
Se um pavão macho, com as suas penas lindíssimas, é um pavão macho e o pavão fêmea (que não é pavona, mas pode alguém teimar que sim, porque ela tem direito a ser o que quiser) é a fêmea porque é diferente, e se por norma a natureza no seu todo (com umas falhinhas aqui ou acolá) funciona assim, porque raio haveria alguém, agora, de se lembrar que um menino se lhe apetecer é uma menina e vice versa???
Peço desculpa, mas: anda “tudo” a fumar substâncias alucinógenas?
Querem ensinar aos nossos filhos que afinal a história dos cromossomas é estória, e isso da menina ter um “pipi” e o menino ter um “bilau” foi uma espécie de erro de “fabrico”?
Nós somos diferentes (ponto).
Uma mulher é  uma mulher.
Um homem é um homem.
Cada qual com a sua essência, com a sua marca.
Mas somos diferentes.
Há mulheres que desejariam ser homens? Que o decidam ser, assim que a maturidade lhes permita essa decisão.  E vice-versa.
Mas ensinar que uma mulher é um homem se quiser, e o homem uma mulher:
Não!
Eu sou contra à ideologia de género!
Eu tenho um filho.
E tenho uma filha.
E nasci mulher, sou mulher, serei mulher.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.