Home>Cidadania e Sociedade>VIOLÊNCIA – QUANDO ALGO CORRE MUITO MAL
Cidadania e Sociedade Psicologia

VIOLÊNCIA – QUANDO ALGO CORRE MUITO MAL

A violência contra idosos, adultos e crianças, consiste em ações que desrespeitam direitos fundamentais das pessoas, em qualquer faixa etária. Mas, a violência de que mais se fala, até porque muitas vezes é a mais visível, é a violência física. No entanto, a violência psicológica, provoca consequências emocionais muito mais graves a curto, médio e longo prazo.

Os maus – tratos deveriam ser vistos, pela sociedade em geral, como inadmissíveis, pois afetam seriamente a qualidade de vida da pessoa. Os maus-tratos fragilizam para sempre as vítimas, comprometem para sempre a vida dessas pessoas e dificilmente serão pessoas autónomas, felizes nas suas vivências futuras.

Enquanto pessoa, e enquanto psicóloga clínica, não aceito quando alguém diz que foi um mau – trato intencional. Quem quer fazer mal faz, não é por ignorância, é por maldade mesmo. Os maus-tratos, a violência são inaceitáveis, pela falta de compreensão que temos perante os outros, porque implica não respeitar as necessidades fundamentais da pessoa humana, ou seja, é falta de respeito.

Neste artigo, apenas pretendo falar nos maus – tratos físicos, psicológicos e emocionais e ainda sexuais, referindo as suas consequências:

1-Os maus- tratos físicos são agressões e têm como consequências, dores, feridas, fraturas, queimaduras e outros efeitos no nosso corpo. Quem os vive fica com medo, sentimentos de insegurança, desvalorização pessoal e começa a apresentar sintomatologia depressiva. As vítimas tornam-se pessoas com medo de expressar livremente os seus pensamentos;

2- Se, por sua vez, for um mau-trato psicológico e emocional somos insultados, é quando falam connosco aos gritos, nos humilham, manipulam as nossas emoções. As consequências são sentirmo-nos tristes, com baixa autoestima e dificilmente achamos que estamos protegidos e em segurança perante os outros. Também ficamos deprimidos e ansiosos como no mau-trato físico;

3- Os maus-tratos sexuais são quando alguém nos obriga a praticar um ato sexual contra a nossa vontade. As consequências na pessoa são: vergonha, depressão, tristeza, sentimentos de culpa, sofrimento psíquico, isolamento e ansiedade. Também neste mau-trato podem existir dores físicas, perdas de sangue e lesões muitas vezes irreversíveis.

Temos que tratar os outros na sua individualidade, singularidade, sem nunca nos esquecermos de os considerar nas suas vontades, senão será sempre um comportamento inaceitável, que desrespeita o outro na sua sensibilidade humana.

Violência e mau-trato, para mim, são palavras sinónimas, só existe violência se existir mau-trato e só praticamos um mau-trato se formos violentos, logo, não pratique com ninguém violência, senão pretende um dia passar de agressor a vítima. Nós não somos exceções! Quem já não sofreu violência no contexto familiar, no contexto profissional, no contexto social ou pessoal? Pense nisso e analise bem as suas práticas.

Pratique o bem- trato e não o mau-trato.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.