Home>Cidadania e Sociedade>SABER ENVELHECER
Cidadania e Sociedade

SABER ENVELHECER

Este mês comemora-se o Dia Internacional do Idoso e o Dia mundial da Terceira Idade, respetivamente nos dias 1 e 28 de Outubro. É uma inevitabilidade envelhecer. Se o morrer (fisicamente) não ocorrer cedo, é uma certeza que vamos ser (mais) idosos!  Os mais jovens que leem este artigo poderão não atribuir grande importância, …mas é apenas uma questão de tempo!

Portugal enfrenta um duplo envelhecimento. Apresenta uma redução da população jovem e simultaneamente um aumento da população idosa. Em 2017, o número de idosos com mais de 65 anos em Portugal era de 2.194.959 e com mais de 85 anos 291.577. O Índice de Envelhecimento da população portuguesa, era de 155,4.  O Índice de Sustentabilidade Potencial, quociente entre o número de pessoas com idades entre os 15 e 64 anos e o número de pessoas com mais de 65 anos, tem vindo a diminuir sucessivamente. Em 1961 era de 7,9 e em 2017 de apenas 3!

Projeções para 2080, segundo o INE, indicam que Portugal terá uma população inferior aos simbólicos 10 milhões de habitantes, com a população idosa a subir para 2.8 milhões, onde o Índice de Envelhecimento duplicará, para cerca de 317, e o índice de Sustentabilidade Potencial cairá para uns meros 1,37!

Infelizmente a violência para com os idosos ainda é uma realidade e felizmente tem sido cada vez mais denunciada. Em 2013, segundo a APAV, 774 pessoas idosas foram vítimas de maus tratos. Já em 2016, evidenciando um preocupante crescimento 1.009 pessoas idosas foram vítimas de crime (em média 3 por dia e cerca de 19 por semana), destas vítimas, 679 tinham idades entre os 65 e os 79 anos (67,4%) e 330 tinham mais de 80 anos (32,6%). A violência não se resume apenas a maus tratos físicos. Segundo a mesma associação e no mesmo ano foram registados 717 casos de maus-tratos psíquicos, 442 de maus-tratos psicológicos e 281 de ameaças/coação. Para finalizar a “secção” das estatísticas, Portugal é um dos cinco países da Europa que pior trata os idosos, segundo a OMS. Seria interessante que aqueles que mais responsabilidades têm nesta área tivessem (mais) consciência de como os idosos são tratados no nosso país.

Qual a gratidão que temos por aqueles que já contribuíram toda uma Vida pelo seu país, no seu trabalho (quantas vezes explorado e mal pago), nos seus impostos (para manter a sustentabilidade do seu país), mas que a maioria das vezes não garante a sua própria sustentabilidade! 

Qual a gratidão que temos por aqueles idosos que têm que escolher entre comer ou comprar medicamentos?

Qual a gratidão que temos por aqueles idosos que têm de esperar um ano (ou mais) por uma cirurgia?

Qual a gratidão que temos por aqueles que já estão incapacitados para estar em casa e não têm recursos económicos?

Para quando uma sociedade que seja sensível ao sofrimento humano, principalmente dos mais desfavorecidos?

Para quando uma sociedade que valorize todo este potencial humano?

Para quando uma sociedade que obrigatoriamente partilhe saberes, experiência, entre jovens, adultos e idosos, nas diferentes profissões?

Para quando o mundo empresarial ter como “consultores” aqueles que mais experiência têm?

(…)

O envelhecimento não é uma doença, mas sim um processo natural de desgaste na duplicação celular. Um corpo físico saudável poderá, nesse processo de envelhecimento chegar aos 120 anos! Em 2016 Portugal tinha 4.287 idosos com mais de 100 anos.

Mais importante que o número de idosos é a Qualidade de Vida que apresentam. Para envelhecer não é preciso fazer nada… apenas esperar! Para Saber Envelhecer as coisas mudam drasticamente! Encontramos velhos (mentalmente) já mortos, jovens já velhos e idosos…jovens!

Não sei se alguma vez parou para pensar… como espera ser quando for mais idoso?

Muitos ainda pensam que a maturidade chega com a idade, com o tempo! É uma ilusão! Por isso existem velhos rabugentos, teimosos, autoritários, que se fazem de vítimas, que controlam emocionalmente tudo e todos, etc…Será que é assim que quer ser?

Maturidade chega com o que você fez durante esse tempo! Com a sua busca de um Ser de Excelência em todos os domínios, (pessoal, relacional com todos os Seres, “profissional”,…) alicerçados num elevado padrão de ética! Por isso temos idosos cheios de Vida, entusiasmo, conhecimento, experiência e paz interior. Idosos que não pararam no tempo para apenas recordar o passado, mas que têm os seus objetivos de vida, seus sonhos nem que seja para mais um dia! Idosos que não se isolam, pois Viver é e será sempre um ato de partilha… Idosos que sabem que um dia vai ser (mais uma) partida, hora de regressar à pátria espiritual, mas sabem e sentem que cumpriram a sua missão, que deixaram a sua marca … e que afinal estarão à nossa espera!

Não se esqueça, a única forma de Ser um idoso Feliz é procurar sê-lo em criança, jovem e adulto!


One thought on “SABER ENVELHECER

  1. Parabéns pelo texto e pela forma como apresenta o que deveria ser, na realidade, a velhice: tempo de nos preparamos para o regresso à pátria espiritual, com a certeza de termos deixado uma marca positiva, e com a certeza de que ficaremos à espera de quem nos seguirá. É importante refletirmos sobre as responsabilidades que temos, como sociedade, para com os idosos. mas também é muito importante prepararmos a nossa própria velhice, ao longo do processo de amadurecimento. Gostei mesmo muito. Parabéns!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.