Cidadania e Sociedade

CYBERBULLYING

CyberBullying tem origem em: Cyber (por ser feito através de internet, meio tecnológico) + Bullying (comportamento de intimidação, humilhação perpetuada por uma ou mais pessoas a uma outa pessoa, vista como mais fraco, o que faz com que a pessoa tenha dificuldade em se proteger).

Assim, para Bill Belsey “cyberbullying envolve o uso de tecnologias de informação e comunicação para promover um comportamento deliberado, repetido e hostil por parte de uma pessoa ou de um grupo, com vista a fazer mal a outras pessoas”.

Pode-se dizer que o cyberbullying constitui uma nova expressão do bullying, feita através de redes sociais, email, blogues, entre outros.

bullying é um comportamento que existe desde sempre nas escolas, atualmente com o uso, cada vez maior, das novas tecnologias surge então o cyberbullying.

As principais vítimas deste fenómeno são os adolescentes e jovens adultos, a diferença que mais se denota é o facto de estando sempre ligados à internet e às redes sociais, faz com que a situação não se dê num local e em horas especificas, como acontece nas escolas, que é perpetuado dentro do recinto e em horário de aulas, sendo que as vitimas estariam seguras em casa, hoje com o cyberbullying, isto não acontece e estamos perante algo que se pode verificar 24 sobre 24 horas.

Tem como agravante que no Cyberbullying o ofensor pode permanecer incógnito, por não ter de se identificar e puder esconder em perfis falsos, dando a sensação de impunidade e invisibilidade diante dos adultos. O ofensor é chamado de “cyberbullie” e faz bullying através de montagens de fotos, vídeos e comentários.

As vítimas do cyberbullying podem apresentar mal-estar psicológico, depressão, raiva, ansiedade, comportamentos de risco, medo, baixa autoestima e, nos piores casos, comportamentos suicidas consumados.Tendo em vista os riscos da Internet discutidos, a supervisão dos pais durante o tempo de conexão às tecnologias e, especificamente, à Internet, permanece como um fator importante na proteção contra os riscos da internet.

É importante que pais, outros familiares, professores, e amigos da vítima de Cyberbullying estejam atentos aos sinais desta agressão, tais como:

  • Isolamento;
  • Decréscimo no rendimento académico ou profissional ou aumento das horas de estudo [atenção virada para uma tarefa];
  • Não querer estar com amigos e colegas
  • Não querer sair de casa
  • Não atender o telefone
  • A preocupação de estar sempre online, de forma a tentar apagar comentários, entre outros.
  • Entre outros comportamentos que não sejam usuais na pessoa em questão.

É necessário promover supervisão familiar, e instruir os jovens a não aceitar convites de estranhos nas redes sociais, bem como comunicar imediatamente aos pais, caso seja vítima de agressão on-line e denunciar ao site, e ainda transmitir os perigos de publicar fotos e vídeos pessoais na rede, que possam vir a ser usados com finalidade de ataque. De sublinhar que as vítimas podem cometer suicídio, por isso o cyberbullying não é uma brincadeira!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.