Home>Saúde e Vida>O EQUILÍBRIO BIOPSICOSSOCIAL DO SER HUMANO
Saúde e Vida

O EQUILÍBRIO BIOPSICOSSOCIAL DO SER HUMANO

A nossa longevidade é uma realidade, cada vez vivemos mais, prolongamos o tempo da nossa existência ao máximo. Ninguém quer envelhecer sem qualidade, sem equilíbrio.

A perceção da velhice realiza-se numa relação multidimensional, ou seja, numa dimensão biológica, social e psicológica.

Quando falo em dimensão biológica refiro-me aos aspetos do funcionamento biológico: cabelo branco e grisalho, rugas, perda de espessura e elasticidade da pele. O aparelho locomotor é o mais afetado, temos cada vez mais dificuldade na realidade. Qualquer que seja o grupo muscular, o máximo de força verifica-se antes dos 30 anos. Verifica-se também um aumento da pressão arterial e uma diminuição do ritmo cardíaco.

No que diz respeito à dimensão social as limitações que enfrentamos com o avançar da nossa faixa etária devem-se sobretudo às barreiras impostas pela sociedade, pois esta valoriza os jovens, a produtividade e as mudanças!

A dimensão psicológica prende-se com a personalidade, com a aprendizagem, a memória e a motivação.

Se apresentarmos uma personalidade forte, e adotarmos uma postura de aprendizagem, com uma memória coerente e motivamos para viver no sentido da longevidade, obtemos o equilíbrio biopsicossocial.

É necessário favorecer o equilíbrio biopsicossocial, pois consideramos que a interação harmónica do ser humano com o ambiente é o que determinará o equilíbrio e a nossa saúde mental.

Saúde não é apenas ausência de doença, esta manifesta-se ao nível do bem-estar e da funcionalidade.

Os aspetos físicos, mentais e sociais são interdependentes, ou seja, como seres biopsicossociais só não nos tornamos pessoas doentes e vivemos uma vida longa se conseguirmos um equilíbrio destes três aspetos.

Viva o equilíbrio, viva a época que aí se aproxima, ou seja, o NATAL, com o MÁXIMO DE SAUDE MENTAL, OU SEJA, EM EQUILIBRIO BIOPSICOSSOCIAL!…


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.