Home>Lifestyle>LIBERDADE E LIBERTINAGEM – MUITOS CONFUNDEM, POUCOS SABEM DISTINGUIR
Lifestyle

LIBERDADE E LIBERTINAGEM – MUITOS CONFUNDEM, POUCOS SABEM DISTINGUIR

Márcia Pinto

Hoje em dia as pessoas têm tendência para confundir liberdade com libertinagem, qualquer motivo é válido para o uso da violência para defender aquilo que julga ser seu por direito.

Liberdade libertinagem são dois conceitos, que estão de tal forma relacionados fonologicamente que muitas pessoas os confundem. Os dois são importantes no processo de tomada de decisão do ser humano, e é a escolha do conceito orientador da mesma, que revela as atitudes diferentes dos indivíduos.

A liberdade consiste no direito de agir livremente, de nos comportarmos segundo a nossa vontade, tendo a atenção que esse comportamento não vá influenciar negativamente outra pessoa. Em filosofia diz-se que liberdade é a independência, a autonomia e a espontaneidade do ser humano.

No entanto, libertinagem é o resultado do uso errado da liberdade, demonstrando irresponsabilidade, que pode prejudicar não só a própria pessoa, como os outros. Agir com libertinagem, revela indiferença com as consequências que o seu comportamento possa ter.

Assim, hoje em dia considero que a libertinagem é consequência da ausência de regras e de limites.

Há uma frase que ouvimos muitas vezes e que traduz muito bem essa mensagem: “A liberdade de cada um termina onde começa a liberdade do outro”.

Uma forma simples de perceber essa frase é pensarmos nos nossos vizinhos. Nós temos a liberdade para fazer o que quisermos dentro da nossa casa, desde que não incomode o outro.

Deste modo, se colocarmos a música demasiado alta, estamos a exceder os limites da nossa liberdade, porque o som irá perturbar o descanso ou outra atividade que os nossos vizinhos possam estar a fazer. Isto mostra que o respeito é um complemento que deve estar sempre aliado à liberdade, para que um não invada o espaço do outro e possam conviver em harmonia.

A liberdade é um dom maravilhoso que devemos honrar diariamente de forma responsável e respeitosa. Se desejamos ter o direito de sermos livres temos que fazer a nossa parte e plantar essa semente positiva nos que nos rodeiam, sendo um bom exemplo e respeitando o próximo também.


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.