Home>Mundo>REALIZAR O SONHO EUROPEU É “PROVAR” EUROPA!
Mundo

REALIZAR O SONHO EUROPEU É “PROVAR” EUROPA!

Tiago Corais

De 23 a 26 de Maio, dependendo do País Europeu em que votam, serão realizadas as eleições Europeias para eleger os Eurodeputados. Infelizmente estas eleições são utilizadas muitas vezes como um voto de protesto, ou como uma primeira volta das eleições nacionais, ou até indiferentes para muitos cidadãos. Hoje muitas das decisões a nível nacional são feitas a nível Europeu e, se é verdade que o Parlamento Europeu representa uma parte daquilo que são os inúmeros órgãos e instituições da União Europeia, quer com órgãos de decisão, ou como órgãos consultivos, também é verdade que o Parlamento Europeu é o único órgão directamente eleito pelos Cidadãos Europeus, sendo por isso a nossa voz na União Europeia. A nossa participação neste acto eleitoral é de extrema importância.

Segundo o Eurobarómetro de 2018 mais de 70% das pessoas sentem-se como Cidadãos Europeus, comparativamente com 2010 que apenas 62% o sentiam. No entanto contrariamente a esse sentimento isso não se reflecte numa maior votação nestas eleições. Por outro lado, 68% dos cidadãos europeus estão conscientes que pelo menos uma vez por semana estão confrontados com notícias falsas ou deturpadas. Já 83% entendem que as “fake news” são uma ameaça à Democracia. Estes dados evidenciam que os Europeus não estão desligados da Democracia, mas como dizia o Professor João Cerejeira na edição especial Europeias de “Conversas com Cidadãos do Mundo”, vivemos numa “Sociedade 4.0”, mas numa “Democracia 1.0”. É fundamental encontrar as melhores formas de envolver os Cidadãos e adaptar a nossa democracia aos novos tempos, mas em simultâneo tenhamos em atenção que a participação seja feita de forma transparente e segura.

No especial Eurobarómetro de Outubro – Novembro 2018, sobre “O Futuro da Europa”, as três ambições mais escolhidas como “O Ideal Futuro para a União Europeia”, pelos europeus entrevistados foram:

1-   Salários iguais para o mesmo trabalho em toda a União Europeia.

2-   Um elevado nível de segurança na União Europeia.

3-   Um nível mínimo de cuidados de saúde garantidos em todos os países da União Europeia.

Outro aspecto a retirar é que a maioria dos europeus quer mais harmonização, não só nos salários, mas em termos ambientais, na segurança alimentar, na educação, nas pensões, dos benefícios sociais, fiscais. Quantos às prioridades das imigrações são:

1-    Melhoria das situações nos países de onde os imigrantes vêm.

2-    Combater a imigração ilegal.

3-    Reforçar a colaboração entre os países da União Europeia na gestão da imigração.

Já quanto a segurança dos cidadãos europeus as três prioridades são:

1-   Combate ao terrorismo e radicalização.

2-   Melhor controlo externo das nossas fronteiras.

3-   Maior cooperação entre os países europeus na política de defesa.

As três prioridades quanto às ameaças da UE são:

1-   Ataque terrorista.

2-   Pobre gestão da imigração.

3-   Poluição.

 

Para que haja segurança económica as prioridades dos cidadãos europeus são:

1-   Combater a corrupção.

2-   Fornecer empregos para todos.

3-   Estimular o crescimento económico.

Logo ao lermos com atenção a opinião dos europeus sobre “O Futuro da Europa” percebemos que existe uma vontade de Mais Europa para todos, onde as políticas económicas sejam capazes de harmonizar os salários, o estado social, os direitos e deveres dos cidadãos, mas principalmente que seja capaz de gerar mais emprego, prosperidade para todos e sustentabilidade ambiental. No entanto, exigem também que sejamos capazes de combater a corrupção, que desperdiça recursos e gera muitas injustiças, as “fake news” que ameaçam a nossa democracia e de prevenir qualquer ataque terrorista, que ameaça o nosso sentimento de segurança. Por outro lado também querem que a Europa tenha mais voz no mundo e ajudemos os países a terem melhores condições vida para que menos gente necessite de emigrar para a Europa. Por isso, é fundamental que se continue a aprofundar a cooperação entre os diversos países europeus.

Espero assim, que esta semana TODOS VAMOS VOTAR nestas eleições ao Parlamento Europeu e que os eleitos eurodeputados estejam à altura do SONHO EUROPEU e proporcionem a todos A PROVAR A EUROPA, pois só assim conseguiremos combater o populismo, o nacionalismo que ameaça continuarmos a realizar este grande sonho que é o projecto EUROPEU pela Paz!


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.