Home>Cidadania e Sociedade>HIGIENE ORAL NOS ANIMAIS
Cidadania e Sociedade

HIGIENE ORAL NOS ANIMAIS

Susana Ferreira
A higiene oral nos animais é muitas vezes descurada. Os animais possuem os mesmos problemas orais que os humanos. Eles sofrem de gengivite, placa bacteriana, tártaro, periodontite e mais raramente cáries. Para prevenir estes problemas, os animais devem fazer uma higiene oral diária com pastas de dentes e com escovagem. Existem pastas enzimáticas que auxiliam a higiene sem cuidados de escovagem. Escolher uma boa pasta e aplicar diariamente é extremamente importante para prevenir o aparecimento de tártaro. Existem ainda líquidos que se podem aplicar na água da bebida, permitindo fazer uma higiene oral a vários animais em simultâneo, bem como animais mais difíceis de manipulação.
Para os animais que adora biscoitos, existe uma grande variedade de snacks orais. Os sticks mais eficazes, são os que permitem uma ação física e enzimática em simultâneo.
Uma vez instalado o tártaro, para o eliminar apenas é possível recorrendo a destartarização e/ou limpeza com polimento. Este procedimento necessita de anestesia geral, pelo que aconselho vivamente a prevenir e não tratar. Sendo que a maioria das vezes os animais acabam por perder alguns dentes aquando da destartarização.
O seu animal tem mau hálito, gengivite e/ou tártaro. Questione o seu médico veterinário, não deixe o problema avançar. Caso o seu animal não tenha ainda de nenhum problema, informe-se sobre os produtos disponíveis para começar a higiene oral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.