Home>Saúde e Vida>TEMPO PARA APRENDER A COMER
Saúde e Vida

TEMPO PARA APRENDER A COMER

Clara Matos

Agora que estão em casa, as crianças podem e devem ser envolvidas no planeamento atempado das refeições semanais. Comece por as desafiar a procurarem receitas de alimentação saudável on-line, aproveitando para descobrir novos sabores, mas também para telefonarem aos avós dizendo que querem reabilitar o livro de receitas da família (pode ser necessário reduzir a quantidade de gorduras e sal!). É importante colorir cada prato com os imensos produtos hortícolas que a época nos dá – mais uma pesquisa: quais são os hortícolas desta época?

Passo seguinte: elaborar uma lista de compras com os alimentos necessários para a sua preparação. Assim, quando fizerem as compras semanais, já só vão comprar o que precisam, reduzindo o desperdício alimentar e permitindo que outros se alimentem também! Naturalmente, no momento da aquisição, é importante verificar o prazo de validade e escolher os de prazo mais alargado, comprar os hortícolas e fruta em diferentes estados de maturação e consumir em primeiro lugar os mais maduros, arrumando depois os alimentos e colocando na linha da frente os que devem ser consumidos em primeiro lugar. E, também é importante, resistir à tentação de comprar alimentos processados, nutricionalmente desinteressantes. Acredite que é muito melhor voltar ao livro de receitas da avó e ao domingo fazer um bolinho “a sério”, feito com ovos, farinha, pouco açúcar e pouco mais!

Moderação é sempre palavra de ordem numa alimentação equilibrada. E estas férias forçadas podem ser aproveitadas para reforçar bons hábitos alimentares de toda a família. Afinal de contas, sabemos ou não que uma boa alimentação nos ajuda a ficar mais fortes e resistentes às doenças?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.