Home>Saúde e Vida>O PÓS-PANDEMIA – O QUE ESPERAR?
Saúde e Vida

O PÓS-PANDEMIA – O QUE ESPERAR?

Isabel Pinto da Costa

Quem não se pergunta diariamente sobre o que nos vai acontecer após passar a pandemia? Andamos todos atarefados em nos protegermos, em cuidar uns dos outros, em viver uma vida dedicada aos outros, cheia de medos, incertezas e depois? O que vamos sentir?

Muitas vezes pensamos nos problemas dos outros, na vida dos outros, em cuidar dos outros, para não sentir o nosso vazio, para não pensarmos nos nossos verdadeiros problemas, na nossa vida. É tão mais fácil viver a vida dos outros! … Fantasiar uma vida que não é a nossa! Projetarmo-nos numa vida feliz!…Viver a vida dos outros que nos são próximos e quando damos conta já há muito tempo que não cuidamos da nossa!

Vivemos assim o vazio muitas vezes da nossa vida que só é preenchido quando rodeado de outros significativos! Se eles não estão, o que sentimos, muitas vezes, é solidão. Por isso, o medo, a incerteza, surgem, e muito mais agora em tempo de pandemia.

Temos que encontrar verdadeiras razões de felicidade, verdadeiros motivos para estarmos vivos, senão o vazio instala-se e dá lugar à incerteza de uma vida sem interesse, sem razão aparente para estar vivo, e daí existirem tantas pessoas tristes, envelhecidas e a aparentarem pouca vontade de viver! E nada disso tem a ver com a conjuntura atual!

Já começa cedo o medo, até nos jovens quando se ouve relatos de bulling nas escolas, muito mais na população adulta ou sénior. Temos que nos proteger contra os sentimentos de angústia, de desânimo, de desmotivação pela vida em geral que estão sempre a surgir na nossa vida e nos fazem sentir pouco tolerantes às adversidades da vida atual, levando-nos ao vazio.

Devemo-nos concentrar em frases como estas:

Tenho saudades do que fazíamos…;

Parece que nos vamos voltar a ver…;

Acredito que podemos voltar a ter confiança de novo…

 

E TUDO IRÁ FICAR BEM!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.