Home>Saúde e Vida>A DIETA PODE INFLUENCIAR O ENVELHECIMENTO CUTÂNEO?
Saúde e Vida

A DIETA PODE INFLUENCIAR O ENVELHECIMENTO CUTÂNEO?

Paulo Morais

Estudos recentes mostraram uma correlação entre muitos componentes alimentares e doenças da pele, incluindo a acne, a rosácea e a dermatite perioral. Em algumas dermatoses, o aconselhamento nutricional pode ser tão importante como as recomendações relativas aos cuidados com a pele.

Até certo ponto, algumas doenças inflamatórias da pele podem ser melhoradas com modificações na dieta, havendo atualmente evidências de que o processo de envelhecimento cutâneo também pode ser retardado com uma dieta saudável. Estudos mostraram que a ingestão de vegetais, peixes e alimentos ricos em vitamina C, carotenóides, azeite e ácido linoleico está associada a diminuição das rugas.

Num estudo holandês publicado no Journal of the American Academy of Dermatology em 2019, Mekić e colaboradores investigaram a associação entre dieta e rugas faciais numa população idosa. As recomendações dietéticas recomendavam a ingestão diária de pelo menos 200 g de vegetais, 200 g de fruta, 90 g de pão integral ou outros produtos integrais e pelo menos 15 g de nozes sem sal. Também eram recomendados: uma porção de peixe (preferencialmente oleoso) por semana, pouco ou nenhum leite, álcool, carnes vermelhas, açúcar e gordura para cozinhar. O estudo mostrou que uma adequada adesão à dieta se associou de forma significativa a menos rugas em mulheres, mas não em homens. As mulheres que ingeriram mais carne, gorduras e carboidratos tiveram mais rugas do que aquelas com uma dieta rica em frutas. De facto, alimentos não saudáveis ​​podem induzir stress oxidativo, aumento da inflamação cutânea e intestinal e glicação, que são alguns dos mecanismos fisiológicos sugeridos no aumento da formação de rugas. Por outro lado, os nutrientes das frutas e legumes estimulam a produção de colagénio e a reparação do DNA, além de reduzirem o stress oxidativo na pele. O estudo também mostrou que o exercício ao ar livre e a exposição aos raios UV se associou a mais rugas.

O envelhecimento da pele é um processo biológico complexo e prolongado, afetado por fatores genéticos e ambientais. Na abordagem do envelhecimento cutâneo podem ser utilizados diversos métodos e técnicas com fins preventivos e terapêuticos, incluindo: aplicação de toxina botulínica e ácido hialurónico, bioestimuladores do colagénio, mesoterapia, terapia de indução do colagénio por microagulhamento, lasers fracionados, ablativos ou não ablativos, microdermabrasão, peelings químicos, radiofrequência, ultrassons micro e macrofocados, diferentes cosméticos, ácido retinóico, entre outros, cada um com as suas vantagens e desvantagens.

Com o aumento da exigência das pessoas quanto à eficácia, segurança e durabilidade dos métodos de tratamento, a prevenção e a mitigação do envelhecimento cutâneo por meio do equilíbrio nutricional e hábitos alimentares adequados tornaram-se uma tendência inevitável. No entanto, tanto o envelhecimento cutâneo causado pela dieta inadequada como a melhoria do mesmo decorrente de uma dieta equilibrada e saudável são processos a longo prazo.

Os “ingredientes anti-envelhecimento” funcionais nos alimentos melhoram o envelhecimento cutâneo, essencialmente, de três formas:

  • Entram na pele como precursores (ex.: peptídeos proteicos e ácidos gordos essenciais), após a digestão e absorção, e participam na síntese e metabolismo dos componentes da pele.
  • Reduzem o dano oxidativo cutâneo, removendo as espécies reativas de celulares e aumentando a atividade das enzimas antioxidantes.
  • Atuam como um fator enzimático e regulam a expressão de enzimas, como metaloproteinases e a proteína ativadora-1, inibindo a degradação dos componentes da pele e mantendo a integridade da estrutura cutânea.

O efeito dos nutrientes e da dieta no envelhecimento cutâneo são mencionados na Tabela 1.

Tabela 1.

Nutrientes/ Dieta Relação com a pele  
Água Mantém o equilíbrio interno da pele e a função tecidular  
Proteínas Constituição e reparação dos tecidos (envolvidas na síntese e metabolismo proteico), mediação das funções fisiológicas da pele e fornecimento de energia  
Oligoelementos  
Cobre Envolvido na síntese da matriz extracelular, estabilização de proteínas da pele e angiogénese  
Zinco Participa da proliferação e diferenciação dos queratinócitos  
Ferro Intimamente relacionado com a atividade de enzimas antioxidantes nas células cutâneas  
Selénio Essencial para o desenvolvimento e função dos queratinócitos; relação com a atividade enzimática antioxidante da pele  
Vitaminas  
A Ingredientes anti-envelhecimento comumente usados ​​previnem o envelhecimento da pele ao regularem a expressão de genes e metaloproteinases da matriz  
B Associado à inflamação e pigmentação da pele  
C Envolvido na síntese de colagénio da pele e eliminação de espécies reativas de oxigénio intracelular  
D Reduz danos no DNA da pele, inflamação e fotocarcinogénese  
E Previne o envelhecimento da pele inibindo a peroxidação lipídica  
Dieta  
Gordura O alto teor de gordura está associado à inflamação cutânea, os ácidos gordos essenciais estão envolvidos na síntese e no metabolismo dos lípidos da pele  
Tabaco Altera a espessura da pele, acelera a pigmentação e a necrose da pele  
Álcool Promove a proliferação dos queratinócitos, altera a permeabilidade cutânea, destrói a função da barreira cutânea, afeta a composição lipídica da pele  
Acúcar e assados Associados à espessura da pele, produtos finais da glicação avançada, autofagia e inflamação

Uma abordagem holística combinando dieta adequada, suplementação oral, atuação externa através da aplicação tópica de produtos e realização de procedimentos estéticos parece ser a forma mais completa de abordar o envelhecimento cutâneo. No entanto, a intervenção deve ser individualizada e “à medida” de cada doente. Neste contexto, o aconselhamento nutricional deve fazer parte da abordagem problema.


Médico dermatologista no Trofa Saúde Hospital em Alfena (Valongo), Fisioskin (Porto), Hospital da Luz Clínica de Amarante (Amarante), Ponte Saúde (Amarante), Excelis Saúde (Lamego).

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.