Home>Saúde e Vida>LITERACIA EM SAÚDE NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL
Saúde e Vida

LITERACIA EM SAÚDE NO DESENVOLVIMENTO INFANTIL

Liliana Teixeira

A literacia em saúde desempenha um papel importante na saúde infantojuvenil. Representa uma ampla estrutura básica na obtenção de ganhos em saúde associada à promoção de saúde e à educação para a saúde da criança/jovem.

A literacia é mais do que o ato de ler e escrever, pelo que não podemos dissociar da literacia em saúde e do livro.

Os livros ganham uma particular importância no desenvolvimento da criança desde cedo. Segundo o Programa – LeR + dá Saúde, as crianças que contatam precocemente com livros e ouvem ler de forma assídua adquirem uma linguagem mais rica, com maior facilidade na expressão como na compreensão.

Através do livro, de acordo com a faixa etária, a criança desenvolve o seu potencial nas diferentes áreas de socialização, linguagem, psicomotricidade e criatividade. Do ponto de vista do desenvolvimento físico traduz em ganhos ao nível da motricidade fina, como folhear e apontar; da motricidade grossa, pegar e abrir o livro; da lateralidade e da coordenação espaciotemporal.

Livros com diferentes texturas, com sons e cores cativantes transformam o livro num livro-brinquedo que entretêm as mãozinhas dos leitores de palmo e meio, desenvolvem diferentes capacidades e descobrem o mundo que os rodeiam.

Garantir à criança experiências literárias é sem dúvida contribuir para o desenvolvimento da linguagem oral e vocabulário, do conhecimento das funções da leitura e da escrita, da motivação para a leitura, da concentração, da escrita inventada e da consciência fonológica.

Dar a experimentar diferentes texturas, oferecer-lhe objetos para segurar (livro) contar histórias, pedir à criança que conte histórias, incentivar a criança a fantasiar são algumas das atividades promotoras do desenvolvimento da criança preconizadas e que são recomendadas nas Consultas de Saúde Infantil e Juvenil.

Fomentando o início precoce do acesso aos livros e aos hábitos de leitura em família, que estão intrinsecamente relacionados com a adoção de comportamentos de saúde, libertam a imaginação da criança e promovem a literacia em saúde numa vertente lúdico-pedagógica.

Boa leitura, com + saúde!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.