Home>Saúde e Vida>PREVENÇÃO DE ACIDENTES DOMÉSTICOS COM CRIANÇAS
Saúde e Vida

PREVENÇÃO DE ACIDENTES DOMÉSTICOS COM CRIANÇAS

Liliana Teixeira

Os acidentes são causa principal de morte em crianças com mais de 1 ano de idade, sendo que os acidentes domésticos são os que acontecem com maior frequência, sendo, também, os mais previsíveis e possíveis de prevenção.

A criança aprende explorando e é da responsabilidade de quem cuida a vigilância e adoção de medidas preventivas, de forma a prever e evitar acidentes sérios, permitindo ao mesmo tempo, a liberdade e uma aprendizagem segura desde o primeiro dia de vida da criança.

À medida que a criança cresce e se desenvolve, surgem novos riscos e, rapidamente, os acidentes passam a ser uma ameaça.

Considerando os diferentes acidentes domésticos, deve-se aplicar medidas de segurança pelo que deve ter em consideração as seguintes recomendações, em função do tipo de acidentes mais frequentes:

Quedas:

– Nunca deixe o bebé sozinho em cima da cama, do sofá ou de um muda fraldas, mesmo que esteja a dormir;

– Coloque o ovo e a espreguiçadeira sempre no chão e aperte o cinto;

– Não utilize voador ou andarilhos, não deixe brinquedos espalhados no chão e mantenha as áreas desimpedidas;

– Sempre que sentar o bebé numa cadeira de refeição, aperte o cinto e nunca o deixe sozinho;

– Nas escadas, coloque cancelas que cumpram as normas de segurança, no primeiro e último degrau;

– Coloque limitadores de abertura nas janelas e proteja as varandas;

– Quando a criança deixar a cama de grades, coloque uma proteção lateral e ensine-a a descer de barriga para baixo;

– Coloque um tapete ou faixas antiderrapantes na banheira;

– Utilize equipamentos de proteção individual adequados, como o capacete.

Queimaduras:

– Antes de começar o banho, verifique a temperatura da água. Comece por colocar primeiro a água fria e só depois a água quente;

– Na hora das refeições, misture bem os alimentos aquecidos e verifique sempre a sua temperatura antes de os oferecer à criança;

– Não beba, nem transporte bebidas ou alimentos quentes, com a criança ao colo;

– Evite as toalhas de mesa compridas, facilmente podem ser puxadas;

– Não cozinhe com a criança ao colo, utilize os bicos de trás do fogão e coloque as pegas para dentro;

– Proteja as lareiras e afaste os aquecedores das zonas de passagem;

– Passe a ferro sem a criança por perto. Nunca deixe o ferro quente ou ligado, ao alcance da criança;

– Não utilize botijas ou sacos de água quente;

– Para evitar choques elétricos, use protetores de tomadas.

Intoxicação:

– Guarde os produtos tóxicos e de limpeza, em armários altos e fechados. Mantenha-os nas embalagens de origem. Prefira os que têm tampa resistente à abertura por crianças;

– Não tome medicamentos à frente da criança, para não suscitar a sua curiosidade. Guarde-os em locais altos e fechados, fora do alcance e do olhar das crianças;

Asfixia:

– Para dormir, deite o bebé de costas, com os pés encostados ao fundo da cama e a roupa de cama até aos ombros. Não coloque almofadas, fios de chupetas ou brinquedos dentro da cama;

– Certifique-se que não estão acessíveis ao bebé objetos pequenos, ganchos, anéis e brincos.

– Guarde os sacos de fraldas e as embalagens dos brinquedos fora do alcance das crianças;

– Não deixe o bebé a tomar o biberão sem a presença de um adulto;

– Triture bem os alimentos e desfaça os grumos. Não dê alimentos duros, lisos e escorregadios (frutos secos, tremoços, azeitonas, guloseimas), nem mesmo em dias especiais. Retire as espinhas, pequenos ossos e caroços.

– Retire dos brinquedos partes soltas ou destacáveis e fios compridos;

– A criança não deve usar camisolas com cordões nem colares ao pescoço;

Lembre-se que todo o cuidado é pouco para a proteção e segurança das crianças! Vale a pena crescer em segurança!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.