Home>Saúde e Vida>UM MEDICAMENTO CHAMADO ÁGUA – CAMPEÃO DA PREVENÇÃO
Saúde e Vida

UM MEDICAMENTO CHAMADO ÁGUA – CAMPEÃO DA PREVENÇÃO

Ana Marinho Soares 
Chegou o tempo do sol intenso e do calor, altura em que o risco de desidratação aumenta. Nos idosos este risco é maior e as consequências podem ter um grande impacto na sua saúde.

Em média devemos beber cerca de 2 litros de água  por dia. Quando digo isso aos meus utentes, muitos respondem-me “mas eu não tenho sede…”. O que lhes explico então é que com o envelhecimento há uma diminuição da percepção da sede, que não corresponde de todo às necessidades do nosso organismo. Assim sendo, temos de beber mesmo sem sede e a melhor estratégia é colocarmos uma garrafa de água de 1,5L à nossa frente, para nos irmos lembrando de beber, mas também para controlarmos o que bebemos. Muito frequentemente, nesta parte da conversa é-me dito “mas se eu beber isso tudo vou passar a noite na casa de banho”. Se tivermos cuidado para que a ingestão seja feita ao longo do dia até às 18h00, não haverá o constrangimento de passarmos a noite a levantarmo-nos para urinar.
A desidratação, principalmente nos idosos, pode estar na etiologia de hipotensão sintomática com risco de síncope e quedas, infecções urinárias e até mesmo insuficiência renal. Pode dar origem a episódios de confusão ou delírio, entre outros sintomas e doenças.
Para evitar estes cenários, apenas é necessário apostar na prevenção e manter-se hidratado. Quando não “apetecer” água pura, pode intercalar com água aromatizada (ex. hortelã, pau canela, laranja) ou com infusões (ex cidreira, tília, camomila)
Um doente disse-me uma vez que só bebia água para tomar os medicamentos, eu disse-lhe para beber também água para tomar água, porque  a água é um medicamento.
A partir de hoje vou passar a dizer para beberem todos água como o Cristiano Ronaldo, e pode ser que haja mais campeões na prevenção da desidratação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.