Home>Cidadania e Sociedade>A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA DEIXA MARCAS
Cidadania e Sociedade

A VIOLÊNCIA PSICOLÓGICA DEIXA MARCAS

A violencia psicológica é um tipo de agressão que muitas vezes não é identificada e nem sempre é possível demonstrá-la porque não é objectivável de uma forma física.

Todavia provoca danos psicológicos e emocionais para a vítima, desiquilibrando-a emocionalmente, perturba a sua capacidade de tomar decisões e impede que viva condignamente, porque o seu estado de bem estar fica perturbado.

A vítima sofre quando vivencia estas hostilidades dos maus tratos psicológicos, que a abalam e traumatizam para o resto da sua vida.

Esta situação fica ainda mais complexa quando a vítima depende financeiramente do agressor.
As ameaças, a perda e ausência de carência afetiva detioram os relacionamentos e demonstram claramente a falta de respeito e de amor interpares.

Estes gestos infligidos pelo agressor na tentativa de dominar a pessoa, que muitas vezes não reage pela baixa autoestima que possui provoca na vítima opressões e angústias inaceitáveis e intoleráveis.

A violencia psicológica é um crime hediondo, está previsto na lei , mas poucas vezes é aplicado devido à omissão e a dificuldade em a demonstrar.

Sendo uma crise de relacionamento da agressão moral e psíquica muitas vezes intrafamiliar, torna difícil ou mesmo impede a obtenção das provas necessárias para a sua identificação.

Este crime é vivenciado por casais, por idosos que dependem dos cuidadores, por pessoas deficientes,por crianças e ocorrem na população em geral.

As vítimas para além da negligência, impaciência, intolerância, abuso, má educação ainda podem sofrer maus tratos físicos.

A violencia pode ser verbal, pode ser gestual, ou comportamental, sustentada muitas vezes por reações que o agressor conhece perfeitamente o impacto negativo que gera na vítima, mas insiste nos mesmos comportamentos, fica agressivo quando o alertam para o mal que está a provocar e continua indiferente à dor que provoca na vítima.
Esta atitude machuca mais que o ódio declarado.

O agressor despreza a cultura, os valores e a crença da vítima, persegue-a com a intenção de lhe causar dano, agride-a com imagens diárias na tentativa de a destruir e de a ridicularizar.

Bullying, chantagem, isenção de punição é a satisfação moral do agressor.

A vítima receia a exposição pública, por vergonha, por medo, por constrangimento, não divulga os fatos vivenciados da intimidade e não denuncia os maus tratos.

Provavelmente, todos nós, ainda que muitas vezes num nível superficial vivenciamos alguns tipos de violencia psicológica, em casa, no trabalho, na sociedade, na comunicação social.

Em suma, num mundo cuja violencia cresce diariamente, precisamos de estar atentos aos sinais de maus tratos e cumpre-nos a missão de agir e impedir que os agressores continuem a ficar impunes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.