Cidadania e Sociedade

#CONSUMERISMO

Rui Canossa Vivemos numa era do consumismo, numa sociedade que prioriza e incentiva o máximo consumo, perigoso, impulsivo, pelo modelo mais recente, pela nova tendência, pelo produto exclusivo, pelo último perfume que o ator preferido usa. Até o prémio Nobel da Economia em 2017, Richard Thaler, disse que ia gastar o dinheiro do prémio, cerca de um milhão de euros, da forma mais irracional possível, no seu tom irónico e
Cidadania e Sociedade

A VENDA DE CRÉDITOS MALPARADOS E O PESADELO DA LISTA NEGRA

Esraíta Delaias Araújo No ano passado, o Banco de Portugal divulgou, orgulhosamente, que o total de NPL - non-performing loans (o conhecido crédito malparado) caiu 19,2 mil milhões de euros entre junho de 2016 e setembro de 2018. Acontece que essa redução pode-se dever a um dos negócios mais rentáveis da banca: a venda dos créditos malparados. Se assim for, houve uma pseudorredução no NPL, pois as dívidas por cobrar são vendidas
Cidadania e Sociedade

MICROCHIP EM GATOS

Susana Ferreira O microchip é um pequeno implante aplicado através de uma injecção, no qual consta a informação completa do animal e respectivo detentor. Estes dados estão registado numa base de dados Nacional, sendo acessível a todos os Médicos Veterinários e entidades oficiais. Desde 2008 que o microchip é obrigatório em cães. A partir de agora todos os detentores de gatos tem até 2021 para aplicar microchip nos seus animas.
Cidadania e Sociedade

SER JORNALISTA NO SÉCULO XXI

[caption id="attachment_8758" align="aligncenter" width="567"]                                                 Repórteres 7.ºD- Escola E.B 2.3 de Toutosa[/caption]   No dia 3 de Maio, durante a manhã, os alunos deslocaram-se à biblioteca da Escola Básica de Toutosa, para assistir a uma sessão sobre literacia para os Média. No momento em que se assinala
Cidadania e Sociedade

DIA INTERNACIONAL DA FAMÍLIA

José Castro Todos nós estamos inseridos numa família. Seja a biológica ou não, monoparental, homoparental, comunitária, múltipla, flutuante, nuclear tradicional etc, todos precisamos de alguém para a nossa sobrevivência! Nascemos necessitados de cuidados e frequentemente “morremos” igualmente na mesma situação. Mais importante do que a tipologia da família é a qualidade do ambiente vivido nas relações parentais, como símbolo da presença ou não de relações de afeto e respeito entre
Cidadania e Sociedade

O TRABALHO NAS NOSSAS VIDAS

José Castro O Trabalho e as suas condições assim como os direitos/deveres do Trabalhador são assuntos que nestes últimos dias estiveram em destaque. Trabalhar, deveria ser para todo o Ser Humano uma forma de desenvolver e utilizar o seu “potencial” ao serviço do próximo (todos os Seres) e ser justa e eticamente remunerado. Desta forma, a motivação, entusiasmo, criatividade e a autossuperação deveriam ser naturais numa sociedade justa, equitativa e eticamente
Cidadania e Sociedade

É ESSENCIAL QUE SE CONTINUE A INVESTIR NO APOIO ÀS VÍTIMAS

Se é verdade que a caracterização da violência doméstica é por vezes difícil e nem sempre possível, poderemos considerar que o interesse prático da inclusão de uma nova forma de descrever as imagens, os sentimentos, o sofrimento, a dor de quem esta a ser vítima de uma violência muitas vezes encoberta, tem de ser urgentemente resolvida. Certo é que continuam a existir receios em notificar muitos casos o que impede
Cidadania e Sociedade

OS POPULISMOS ESTÃO NA MODA

Moreira da Silva O populismo não é um fenómeno moderno, pois surgiu com especial dinamismo nos Estados Unidos da América no final do século XIX, embora seja no século XXI que tem tido as condições férteis para poder medrar e despontar com mais força e apoio popular. Este fenómeno político que está a alastrar com relativa facilidade por todo o mundo utiliza um discurso ideologicamente de confronto e tenta distinguir
Cidadania e Sociedade

ONDE ESTAVA NO 25 DE ABRIL DE 1974?

Ricardo Pinto A REVOLUÇÃO NA VOZ DO POVO   "Cartoons do 25 de Abril" DR Centro de Documentação do 25 de Abril da Universidade de Coimbra Como era viver nos tempos que antecederam o 25 de Abril de 1974? Que sociedade e estilos de vida poderíamos encontrar? O que mudou com a «Revolução dos Cravos»? Face a estas e outras questões que possam surgir, o melhor é pedir de empréstimo
Cidadania e Sociedade

A PÁSCOA É A NOSSA “PASSAGEM” PARA ONDE?

José Castro Impossível passar ao lado das festividades cristãs aquilo a que tradicionalmente se chama “Páscoa”. A palavra “Páscoa” – em hebreu “Pessach, Pêssarr”, em grego “Paskha” e em latim “Pache” – significa “passagem”, uma transição anunciada pelo equinócio da primavera que no hemisfério norte ocorre a 20 ou 21 de março. A festa efetuada pelos Assírios, Babilónicos e Celtas era honra à   Deusa da primavera, Ishtar, Eostre ou Ostera, que  segura