Cidadania e Sociedade

ELSA CERQUEIRA, GRANDE VENCEDORA DA 4.ª EDIÇÃO DO GLOBAL TEACHER PRIZE PORTUGAL

Elsa Cerqueira Quando alguém se apresenta, começa por dizer o nome, a idade e a sua profissão. Exemplifico: chamo-me Elsa Cerqueira, tenho 56 anos e sou professora de Filosofia há 21 anos na Escola Secundária de Amarante (ESA). Mas o que diz isto sobre mim? Não sou apenas um nome, uma idade, uma profissão. É a invisibilidade que corporifica o nome, os saberes e experiências que alicerçam a idade e
Cidadania e Sociedade

ALUNOS DE TOUTOSA CONCLUEM BLOCO PEDAGÓGICO COM A BIRD MAGAZINE

E.B 2/3 de Toutosa, Marco de Canaveses  Na senda da grande atividade do referencial Aprender Com a Biblioteca Escolar "Ser Jornalista no séc. XXI", iniciada em 2019, no âmbito da literacia dos média e da informação - e após os grandes períodos de confinamento a que estivemos sujeitos -, o jornalista Ricardo Pinto regressou hoje à Escola Básica de Toutosa. Desta vez, foi abordada a temática "Comunicar para as Audiências",
Cidadania e Sociedade

ELSA CERQUEIRA NO TOP 10 DO GLOBAL TEACHER PRIZE

Dos 186 professores na corrida para o prémio Global Teacher Prize Portugal (GTPP) 2021, restam 10 finalistas, na lista divulgada há instantes. Amarante, conta com a representação de Elsa Cerqueira, professora de Filosofia na Escola Secundária de Amarante: MARIA ELSA DA FONSECA CERQUEIRA Professora de Filosofia na Escola Secundária de Amarante. Move-se pelo desafio de criar e implementar “pequenas utopias”, com o intuito de potencializar o desenvolvimento de cidadãos críticos
Cidadania e Sociedade

UMA AVENTURA SEM FIM

Anabela Borges ANABELA BORGES Escrever para crianças é uma aventura sem fim. Poucas actividades me dão tanta satisfação como marcar encontros com crianças, em escolas e bibliotecas. Encontros com crianças permitem-me a partilha de histórias, de vivências e experiências, de uma forma única e completamente imprevisível. E desengane-se quem pensar que as crianças não as têm – as vivências e experiências. E quando não as têm, inventam-nas. Grande poeta é
Cidadania e Sociedade

APRE(E)NDER A CIDADE

Mateus Oliveira A ‘redefinição’ profissional que ousei fazer este ano, tem-me permitido uma cada vez maior vivência do espaço urbano não só na minha cidade, Penafiel, como noutras onde vou trabalhando. Este aspeto, tem-me permitido perceber – de uma forma diferente – as dissemelhanças que existem na organização e no planeamento (ou falta dele) das mesmas e, consequentemente, na forma de as viver. Para alguém que, como eu, tem o
Cidadania e Sociedade

UMA ÚLTIMA VEZ

José Castro Vivemos tão centrados nas rotinas do dia-a-dia que damos tudo como adquirido. Pensamos que a situação atual se vai perpetuar ao longo do tempo. Afinal viver é o somatório de tudo aquilo que fazemos pela primeira vez até à …última vez! Pela primeira vez fomos para a escola primária, ou atual 1º ciclo, mas houve um dia que foi a última vez… que provavelmente se tornou na primeira
Cidadania e Sociedade

VAMOS COLHER AS FLORES QUE ABRIL PLANTOU

Anabela Borges Há 47 anos, eu tinha 4 anos. Não tenho memória alguma desse dia 25 de Abril de 1974. Mas podia ter, que eu tenho muitas memórias de quando era pequena. Desse dia específico, não tenho. Dos dias, meses e anos que se seguiram à Revolução, tenho muitas memórias – tenho sobretudo a memória da MUDANÇA. Porque tudo mudou à minha volta desde aí. Há um antes e depois
Cidadania e Sociedade

PURIFICAR VALORES DA NOSSA SOCIEDADE?

Jorge Nuno Parte IV (englobada numa crónica com quatro partes) Pode-se dissertar sobre os efeitos da escravatura, da primeira globalização mundial, da Guerra Colonial, da descolonização, ou de muito mais… desde que seja feito o devido enquadramento em cada época. Agora, até se pode anteceder oito séculos e abordar: a criação deste país, a partir do condado portucalense, com aquele que viria a ser o primeiro rei de Portugal, depois
Cidadania e Sociedade

ATIVDADE ECONÓMICA 2021

Rui Canossa A atividade económica, em muitos setores, aumentou e adaptou-se parcialmente às restrições da pandemia. A distribuição de vacinas, embora desigual, está a ganhar impulso e o estímulo dos governos, especialmente nos Estados Unidos, vai proporcionar provavelmente um grande impulso à atividade económica. Mas as perspetivas de crescimento sustentado e sustentável variam amplamente entre países e setores. A implantação de vacinação mais rápida e eficaz em todo o mundo
Cidadania e Sociedade

INJUSTIÇA DA JUSTIÇA?

José Castro Não há dúvida que o acontecimento mais mediático, para além do sempre tema de fundo da Pandemia e dos inerentes danos colaterais das vacinas, foi a “Decisão Instrutória” do juiz Ivo Rosa. Ouvi uma parte da súmula dessa decisão em direto, e como qualquer ignorante nestes assuntos pouco percebi e fiquei à espera “por palavras simples” da conclusão da mesma na comunicação social. Foi essa conclusão que gerou