Cultura, Literatura e Filosofia

O CARÁCTER PERNICIOSO DA FILOSOFIA NO ENSINO SECUNDÁRIO

Regina Sardoeira "8. Imagine que submetia as suas opiniões ao teste da dúvida proposto por Descartes. Qual das opiniões seguintes seria a mais resistente à suspeita de falsidade? (A) Existem outras pessoas no mundo. (B) Neste momento, ouço uma voz grave. (C) Neste momento, não estou a sonhar. (D) Dois vezes seis é igual a treze menos um." Eis aqui um exemplo das perguntas de escolha múltipla do exame de
Cultura, Literatura e Filosofia

DEFINIR CONHECIMENTO E DESEMBOCAR NO SILÊNCIO

Regina Sardoeira Tenho-me debatido, até ao limiar da insónia,  com uma questão filosófica (ou pseudo-filosófica) cuja decifração deveria estar realizada em mim, de uma vez por todas, mas que se enreda até à tontura sempre que me detenho nela, uma e outra vez. Trata-se da definição de conhecimento. Conhecer é apanágio do ser humano e certamente ninguém duvidará que todos temos um acervo de ideias que ao longo da vida
Cultura, Literatura e Filosofia

TUDO A SEU TEMPO…

Raquel Evangelina Para quem, tal como eu, quer sempre tudo em cima do acontecimento por vezes é difícil aceitar que tudo tem o seu tempo e que as coisas acontecem quando têm que acontecer. Por vezes andamos a um ritmo tão acelerado que não percebemos porque é que certos acontecimentos não acompanham a nossa rapidez. Já houve tempos em que achei que as coisas tinham que ser no imediato. Que
Cultura, Literatura e Filosofia

ALGURES NÃO SEI ONDE

Moreira da Silva A arte pode ser expressa de imensas maneiras e é necessária para o homem compreender melhor o mundo em que vive. A arte expressa ideias, sentimentos ou emoções estéticas e estimula a nossa inteligência, mas também contribui para a nossa formação, pois desenvolve a nossa imaginação, o nosso raciocínio e o nosso sentido crítico. A narrativa oficial do desaparecimento de muitas obras de arte pertencentes a todos
Cultura, Literatura e Filosofia

ADOLESCÊNCIA /SENESCENCIA : DOIS MODOS DE CRESCER

Regina Sardoeira Senescência, palavra que acima de todas prefiro à outra,  que até pode parecer sinónima mas que o não é, efectivamente, e até rima com adolescência, esse estado que também não  o é, enquanto tal, porque está ali de passagem e, mais incisivamente ainda, tem por étimo adolescere  do latim, significando, crescer... Mas,  regressando à senescência, eu afirmo que há um movimento, uma expansão neste termo que  o separa,
Cultura, Literatura e Filosofia

O HOTEL DAS MINHOCAS

(a aventura da vermicompostagem contada em verso) Anabela Borges Em 2016, a Escola Básica de Toutosa apresentava à comunidade um projeto Eco-Escolas de vermicompostagem. Trata-se de um projeto que compreende áreas de confluência de trabalho interdisciplinar e de articulação curricular e multicultural, ao englobar as ciências, a escrita, a ilustração e a leitura. O projecto nasceu da ideia da professora de Ciências, Clara Nadais, de criar um observatório de vermicompostagem,
Cultura, Literatura e Filosofia

OS PARADOXOS DA NOITE

Regina Sardoeira Neste mundo em que, desencantados e sérios,  vamos arrastando as horas para afirmarmos, com frequência,  que vivemos, a noite transforma-se num espaço /tempo de privilégio. Interrogámo - nos muitas vezes sobre a importância crucial da hora nocturna na vida dos homens; e descobrimos algumas referências importantes. Um dia, alguém disse estas palavras plenas de sentido: "Gosto de andar de noite porque as pessoas que encontro nas ruas são
Cultura, Literatura e Filosofia

ÉTICA É MORAL EM AÇÃO

Moreira da Silva Para o ser humano é importante a convivência em sociedade para alcançar os seus objetivos pessoais. Para a sociedade é imprescindível a presença da Ética, sem a qual se torna difícil a sua própria sobrevivência. A Ética é uma característica inerente a toda a ação humana e tem como objeto o comportamento humano em sociedade, mas também a convivência pacífica entre as sociedades. O pensamento aristotélico considera
Cultura, Literatura e Filosofia

A METÁFORA

Como um baile de máscaras,  a existência arrasta - se numa falsa euforia de luzes e sons e os mascarados, todos eles, ondeiam os corpos vacilantes por esquinas adornadas de uma luxúria falsa e a própria música que fazem escorrer dos tectos, das paredes, do chão tem a marca lascivo do engano, do ludíbrio, do logro. Estive lá, sem máscara, e riram - se de mim. Com os meus próprios
Cultura, Literatura e Filosofia

EM MAIO, PODÍAMOS

Anabela Borges “Anda ver, Maio nasceu”* Maio traz uma nova batida ao calendário. Querem reinventar uma nova rota da seda, com a visita do Presidente da República à China, e a Venezuela encontra-se num novo impasse – Revolta Sim, Revolta Não. Maio é um mês aberto a tudo, aberto à esperança. Quando eu era adolescente, o mês de Maio soava-me sempre a novidade. Pela luz que traz, pelos dias infinitamente