Cultura, Literatura e Filosofia

SOMOS NÚMEROS

Helena Coutinho Somos (todos) números, desde o dia em que nascemos, até ao dia em que termina a longevidade da nossa história. Mas seremos apenas isso? Mais do que os nomes, há números que nos identificam como se estivessem tatuados na nossa face, na nossa voz, e nas nossas vontades. Mais do que a família, há números que identificam de onde viemos e para onde é possível continuar as jornadas
Cultura, Literatura e Filosofia

SUICÍDIO, A SOLUÇÃO?

José Castro Comemorou-se na semana passa o dia Mundial da Prevenção do Suicídio. Dizem alguns dados estatísticos que a nível global a cada 40 segundos ocorre um suicídio. Igualmente um relatório da Organização Mundial de Saúde (OMS) refere que nos países de elevado rendimento económico, a taxa de suicídio é três vezes superior à dos países de médio ou baixo rendimentos. Estas informações são em pleno séc. XXI chocantes. A somar
Cultura, Literatura e Filosofia

SINAL DOS TEMPOS

Regina Sardoeira "Vivemos uma nova realidade, um novo normal!" - proclamam todos os arautos. E seguem-nos, obedientemente, os cidadãos individuais, aderindo a uma subserviência destituída de nexo. "É necessário seguir as regras, as instruções, sob pena de restrições severas!" - bradam os chefes, seguidos pelas multidões que, temendo pela vida, receosas quanto às sanções, se apressam a obedecer. É o verdadeiro apocalipse. Um tremendo alarmismo. Uma onda gigante de pavor,
Cultura, Literatura e Filosofia

VIAGENS DE UMA VIDA

Raquel Evangelina A minha leitura mais recente foi o livro "Viagens de uma vida", no qual 25 bloggers de viagem portugueses deram o seu testemunho sobre um acontecimento durante os seus itinerários que os tenha marcado. Esta obra é um projeto da Associação de Bloggers de Viagem Portugueses e segundo a sinopse: “A obra é uma seleção de duas dezenas e meia de olhares - distintos e variados - sobre destinos espalhados
Cultura, Literatura e Filosofia

QUANDO UM LIVRO SE ESCREVE A SI PRÓPRIO

Regina Sardoeira Escrevi um romance, há algum tempo, e achei que o sítio dos acontecimentos era Portugal, e, por consequência, as personagens tinham nomes portugueses. Quanto ao carácter delas, não saberia, à partida, definir-lhe a proveniência; mas acreditei que se tratava de gente de Portugal. Porém, a certa altura, percebi que o lugar onde residia a protagonista/narradora da história não era nenhuma cidade portuguesa, junto ao mar, que a varanda
Cultura, Literatura e Filosofia

COMO VAMOS DE CARIDADE?

José Castro Cada vez mais nos tempos de hoje se fala e exige caridade. Infelizmente, a prática da caridade é frequentemente um ato de vaidade por quem a pratica e humilhante para quem a recebe. Isso deve-se ao facto deste conceito estar frequentemente associado à ajuda material a quem é desfavorecido! Essa caridade assistencial jamais deveria ser necessária num país que se diz democrático e proclama justiça social! A questão
Cultura, Literatura e Filosofia

O DISTÚRBIO BORDERLINE E A PSICOSE DO HUMANO

Regina Sardoeira Ontem, pela noite dentro, dei comigo a escutar um testemunho, gravado em áudio, de um indivíduo diagnosticado com o disturbio psiquiátrico designado como borderline. Trata - se de uma pessoa genial, maior de sessenta anos, extremamente dotado para a criação artística a vários níveis. Exímio projectista, licenciado em arquitectura, concebeu edifícios extraordinários, cuja realização prática careceu, invariavelmente, de oportunidade. Viajante, em périplo alucinante pelo país vizinho, na busca
Cultura, Literatura e Filosofia

LGP PARA TODOS: O MEU CC

António Coito ''O meu cartão de cidadão'' Nesta aula de LGP para todos pretende-se preparar os espectadores no sentido de explorarem o vocabulário associado à identificação pessoal, utilizando-o proficientemente. São ainda lecionadas bases para o espectador se apresentar e produzir pequenos discursos para comunicar com alguém sobre a temática. Objetivos Gerais: - Conhecer o vocabulário associado à identificação pessoal. - Apresentar-se em LGP. - Rever os aspetos gramaticais relacionados com
Cultura, Literatura e Filosofia

DA FORMATAÇÃO CULTURAL À PSEUDO-FELICIDADE

Mateus Oliveira Há algum tempo que Francisco Geraldes insiste em subverter a imaginário público do que é um jogador de futebol. Usa, amiúde, os transportes públicos e é muitas vezes “apanhado” a ler. Normalmente livros com enorme densidade, como são exemplos “A Denúncia”, do norte-coreano Bandi, ou o “Ensaio Sobre a Cegueira” do nosso Saramago. Por estes dias, li esta breve crónica que ele escreveu na página Comunidade Cultura e
Cultura, Literatura e Filosofia

LGP PARA TODOS: USA PRONOMES E FORMA FRASES

António Coito ''Usa pronomes e forma frases'' Nesta aula de LGP para todos pretende-se preparar os espectadores no sentido de identificarem e executarem os pronomes e, entender a sua aplicação na construção frásica. Objetivos Gerais: - Reconhecer os pronomes pessoais e possessivos na língua portuguesa. - Executar os pronomes pessoais e possessivos em LGP. - Interpretar o uso dos pronomes no contexto frásico. - Rever conteúdos gramaticais: flexão em género