Cultura, Literatura e Filosofia Literatura e Filosofia

A MEDIDA DA GRANDEZA

Conversando com um amigo sobre o existencialismo,  ouvi-o afirmar que o assunto está desactualizado, que hoje não faz sentido ser existencialista ou defender o existencialismo. Disse-me ele que as preocupações de hoje são outras,  que ninguém se ocupa com as questões da existência ou do sentido da existência. Fiquei a pensar no assunto. Se, aqui e agora, começar a falar deste tema que acolhimento terão as minhas palavras,  caso o
Cultura, Literatura e Filosofia Em Destaque Literatura e Filosofia

FRACTAL

 O avião sacode-se como se libertasse das camadas pressurizadas da atmosfera, essa amálgama de gases que se deixa abater sob a gravidade. Ser-se ar não será certamente fácil. Aliás, ar nem é ar, sabemos lá o que respiramos? Somos sôfregos como qualquer animal embezerrado, a necessidade de acolhimento em úberes, a marrada ritmada num ventre e o sorver desregrado do leite ou ar. Mas não somos só leite, nem ar,
Cultura, Literatura e Filosofia

UM CONTO DE NATAL “O Segundo Natal do cavaleiro da Dinamarca” (O Natal do homem bom)

Todos os anos, nesta época, publico um conto de Natal. Faço-o desde 2012, sendo este, portanto, o meu sexto conto de Natal. Aqui fica um excerto: No Inverno, a floresta da Dinamarca reinava num reino de frio e penumbra, ficava *“presa em seus vestidos de neve e gelo”. Mas em casa do Cavaleiro a maior festa do ano era precisamente no Inverno, “no centro do Inverno, na noite comprida e
BIRD Magazine Cultura, Literatura e Filosofia

E NÃO SE SAUDARAM NA PAZ DE CRISTO – VII (Por fim, não se saudaram na paz de Cristo)

ANABELA BORGES Chegamos agora ao fim da publicação, em tranches, do conto “A Tundra”. Nesta saga, Lisinha, a personagem principal, vai-nos guiando através das suas memórias. Desta feita, levanta-se o contingente da Gripe-A, que impunha novos comportamentos à população, mas não é desta que a missa voltará ao normal. Tudo pode acontecer neste cemitério de memórias de uma povoação do Norte de Portugal, memórias atestadas de crenças, vícios, amizades e
Cultura, Literatura e Filosofia

QUEM TUDO DEU PELA GUINÉ-BISSAU

CRÓNICA DE JOANA BENZINHO Em junho de 1980 chegaram à Guiné-Bissau as primeiras missionárias da Congregação das Irmãs Adoradoras do Sangue de Cristo, com sede em Roma. Andavam todas nos trinta / quarenta anos e uma ou outra já tinha experiência em África mas desconheciam totalmente o terreno, a língua e as dificuldades que iam encontrar. Montaram uma primeira Missão Católica, a partir do zero, com muitos contratempos e alguns
Cultura, Literatura e Filosofia

EUTANÁSIA. BOA MORTE?

REGINA SARDOEIRA Ευθανασία. Eutanásia. Boa morte. Morte feliz. Analiso a palavra grega e, logo de seguida, reflito sobre o seu significado. Não consigo absorver e compreender, com inteireza e nitidez, os conceitos subjacentes ao termo eutanásia (ευ "bom", θάνατος "morte"). E lanço uma questão: pode a morte ser boa, enquanto morte? E mais: pode o ato desencadeador da morte, que o termo eutanásia encerra, ser considerado bom, em si? Se