Lifestyle

AÍ ME TENS

Raquel Evangelina  Aí me tens, Na tua mão. Frágil, Se apertares, eu sufoco. Escorregadia, Fácil de escapar por entre os dedos. Vulnerável, Basta virares a mão e não evito a queda. Aí me tens, Apesar de todo o dano que me possa ser causado, Apesar de estar à mercê de um movimento teu, Aí me tens, Na tua mão. Com fé no que está para vir, Confiando em ti, Em
Lifestyle

PROFESSORES E “ENSINADORES”

José Castro  Foi com alguma perplexidade que li nas notícias que qualquer licenciado poderia ser Professor, mesmo antes de ter a componente pedagógica concluída. Mais uma vez se confunde o papel de Professor com Formador. Mais uma se vez de confunde Educação com Formação. Mais uma vez se confunde “ensinar a saber Ser” com “ensinar a fazer”. Sabendo que a primeira inclui a segunda, mas não o inverso. A Profissão
Lifestyle

FELINOS DE AMOR

Regina Sardoeira Amor, amor, amor, o que é o amor, não há como responder, porque não há outra palavra para simbolizar o que, feito sentimento humano, estabelece uma ruptura feroz entre o conceito e a expressão. Chamar-lhe-ia antes egoísmo, ou a necessidade de agarrarmos um outro, chamar-lhe-ia narcisismo, ou o desejo de termos um espelho, no qual nos víssemos sempre a nós mesmos, nos olhos do outro, chamar-lhe ia miséria,
Lifestyle

AVENTURA

A aventura começa não sabemos quando, porque os sinais estão ocultos e  nenhum mapa dirige os passos ousados que vamos traçando em areias ou mar, e a inquietação estremece-nos na ponta dos dedos com que imprimimos pegadas no deserto do tempo. A aventura prossegue a sua empresa audaz, por rios e bosques, e algures a sombra vai cerrando luzes e a razão escarnece os desígnio de espanto com que a
Lifestyle

TRATA DE TI…

Raquel Evangelina Há uma certeza na vida, a única pessoa que estará connosco até ao fim somos nós. E mesmo assim, quantas vezes nos anulamos para tentar agradar aos outros? Quantas vezes deixamos de parte o que queremos fazer por algo que outra pessoa quer? Quantas vezes engolimos sapos por medo que alguém deixe de gostar de nós ou de nos acompanhar? Quantas vezes somos a nossa segunda, terceira opção?
Lifestyle

BUARCOS/BURACOS E O ESGOTAMENTO DO CITROËN AX

Regina Sardoeira  Buarcos/Buracos será o tema inicial desta minha narrativa porque um tal anagrama decerto convirá, enquanto metáfora, à minha 12a Viagem Literária. De facto, depois de 180 kms percorridos, desde Amarante, inutilizado o GPS por falta de bateria do telemóvel, fui, um pouco ao acaso, em busca do meu destino. Vagueei bastante, ao volante do meu Citroën AX de 1994, o fiel e competente companheiro destas minhas aventuras .
Lifestyle

A PERFEIÇÃO DO UNIVERSO E A ABERRAÇÃO HUMANA

Regina Sardoeira Tenho andado a (re)ler um livro de Física, intitulado Simetria Perfeita de Heinz R. Pagels, o mesmo que me ajudou a compreender a física quântica há alguns anos, e muitas reflexões tenho feito não só acerca da formação e composição do Universo, mas também sobre o nosso planeta e os seus habitantes humanos. Percebo que tudo o que constitui o Universo, desde o nosso sistema solar, até às
Lifestyle

AMARANTINALIDADE – PEDRO CARNEIRO

Dália Carneiro Falar dos "meus", pode ser considerado egocentrismo, talvez de alguma forma o seja, porque o meu ego fica desmedido com o orgulho que tenho nas minhas raízes e gosto de mostrar ao mundo, quem foram, quem são e a importância que tiveram na siciedade, sobretudo na sociedade amarantina. Tinha prometido uma viagem no tempo, assim, depois de vos ter dado a conhecer António Teixeira Carneiro, fundador do Jornal
Lifestyle

PIQUENICAR POR RESENDE

Raquel Evangelina  Na crónica deste mês deixo algumas sugestões em Resende, na minha terra junto ao Douro, para merendar e passar um dia de descanso em beleza. Ponte da Lagariça: Uma das quatro pontes ancestrais que atravessam o rio Cabrum. Situada nos limites das freguesias de Freigil e S.Cipriano, faz a ligação ao Concelho de Cinfães. Um espaço constituído por um espelho de água, utilizado no verão como zona de
Lifestyle

O PLANETA E O PORTUGAL QUE QUERO

José Castro No decorrer da fase “dura” da pandemia a frase “ Vai ficar tudo bem” ou “ Vamos ficar todos bem” pode ter criado uma empatia emocional global, de união, mas não resultou na tão esperada evolução (ética) da sociedade. Exemplos disso são, infelizmente, o aumento em Portugal da violência doméstica, violência juvenil e a nível global a guerra (ou a tal operação militar especial) na Ucrânia, que (ainda)