Saúde e Vida

HERD IMMUNITY – JÁ OUVIU FALAR?

Carla Guimarães Cardoso Muito se tem ouvido falar da imunidade de grupo/herd immunity. Quer como estratégia governamental face à pandemia quer como objectivo a atingir na fase de vacinação. Traduzindo do inglês “herd immunity” significa literalmente imunidade de manada e isto espelha a origem do termo. Em 1916, os veterinário americanos George Potter e Adolph Eichhorn usaram pela primeira vez o termo num artigo, publicado no “Journal of the American Veterinary
Saúde e Vida

ATAQUE DE ANSIEDADE OU ATAQUE DE PÂNICO?

Ana Miranda Os termos crise de ansiedade e ataque de pânico são empregues, comummente, de forma indistinta; pese embora a existência de um espetro diferencial considerável, a separá-los. O vulgo ataque de ansiedade não apresenta correspondência para quaisquer categorias diagnósticas no Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), sendo um conceito utilizado por pacientes com sintomatologia ansiosa, para descrever períodos de ansiedade intensa ou ininterrupta perante uma ameaça percebida
Saúde e Vida

PLANO NACIONAL DE VACINAÇÃO COVID 19

Antonieta Dias Cientificamente está comprovado que a vacinação é o meio mais importante para prevenir a infeção nas múltiplas doenças infeto-contagiosas, como por exemplo no tétano, na tuberculose, na meningite, na poliomielite e em imensas outras doenças. Na atualidade e perante a pandemia que estamos a viver a vacinação para a prevenção da infeção por Covid é uma decisão mundial. Naturalmente que existem critérios para a prioridade da vacinação. Não
Saúde e Vida

QUE PESSOAS SÃO OS ACUMULADORES?

Isabel Pinto da Costa Um acumulador é um paciente que apresenta um transtorno obsessivo-compulsivo. É alguém que tem por hábito encher a sua casa, o seu local de trabalho, com objetos que não precisa, com revistas, jornais velhos, lixo, ou mesmo até animais. Estes comportamentos, muitas vezes, comprometem a própria saúde e higiene da pessoa. O acumulador estabelece uma relação de adoração com os objetos, precisa de os manter, não
Saúde e Vida

VAMOS MUDAR DEPOIS DA PANDEMIA? UM NATAL COM CONTORNOS SUI GENERIS.

Ana Miranda Depois de um ano tão atípico e desalumiado, que apanhou tudo e todos desprevenidos, suscitando duras críticas e maledicências - justas ou não - aos que nos dirigem (que, por inexperiência com a celeuma, não sabiam muito bem o que estavam a fazer), resta-nos, agora com mais sustentabilidade científica, agir em prol da proteção social e refletir! O meu desejo é que este período não tenha servido somente
Saúde e Vida

CASTANHA PARA OS DIAS FRIOS DE INVERNO

Cristina Cardoso A castanha é uma fonte espantosa de nutrientes, nomeadamente vitaminas, minerais e compostos químicos protetores das células. Das vitaminas presentes na castanha é de realçar a grande quantidade de vitamina C. Cerca de dez castanhas assadas (84g) fornecem 36% das quantidades necessárias de vitamina C, 14 % da tiamina necessária, 21% da vitamina B6 e 15% do ácido fólico e 17% da quantidade de fibra necessária diariamente. São
Saúde e Vida

O “PILATES”, A “BIMBY” DO “FITNESS”

Luís Coelho Tão popular ele é que não há, praticamente, um terapeuta que não possua formação em Pilates, chega, até, a haver quem se apresente, somente, como professor da coisa, mas a prática é sobrevalorizada, sobretudo porque substitui o tracto individual por um conjunto de regras prévias que chegam, quase, a violentar o corpo. Método da "moda", é inescapável nas mesmas empresas de formação que convidam a revezar a aprendizagem
Saúde e Vida

A VERDADE POR DE TRÁS DO USO DE PARABENOS EM COSMÉTICOS

Paulo Morais Os parabenos (ésteres do ácido p-hidroxibenzóico) são uma família de conservantes, muito utilizada para o controlo de crescimento de micorganismos em cosméticos, alimentos e até em produtos farmacêuticos. Foram desenvolvidos nos anos 20 do século passado e são os conservantes mais utilizados hoje em dia. No setor dos cosméticos poderá encontrá-los em mais de 80% dos produtos, desde ​​cremes antienvelhecimento, loções, protetores solares, autobronzeadores e desodorizantes, até champôs,
Saúde e Vida

DEIXEI DE OUVIR, E AGORA?

Carla Guimarães Cardoso A perda súbita de audição é devida, na grande maioria dos casos a patologia benigna e facilmente resolúvel sendo que a causa mais frequente é a oclusão do canal auditivo por cerúmen. Mas como todas as excepções à regra as causas menos frequentes são graves e com diagnóstico urgente. Com uma incidência de 5 a 27 por cada 100000 indivíduos a surdez súbita idiopática (SSI) é uma
Saúde e Vida

ENTÃO, O QUE É O GLAUCOMA?

Ivo Filipe Gama O glaucoma é uma doença oftalmológica crónica frequente, cujo tratamento e acompanhamento não podem parar nesta época da pandemia. O que é o glaucoma? O glaucoma é uma doença degenerativa que afeta os nervos óticos, por isso, constitui um tipo de neuropatia ótica. Os nervos óticos são os nervos responsáveis pela visão. Na maior parte dos casos, na nossa população, está associada a uma pressão intraocular aumentada,